PUBLICIDADE
Topo

Primeira Classe

Ameaça aos líderes? Como foram as estreias de Tiggo 8 e Territory em vendas

Caoa Chery Tiggo 8 - Vitor Matsubara/UOL
Caoa Chery Tiggo 8 Imagem: Vitor Matsubara/UOL
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

14/09/2020 04h00

Agosto marcou a estreia de dois SUVs médios inéditos no mercado brasileiro: Ford Territory e Caoa Chery Tiggo 8. O primeiro é importado na China. O outro, apesar de ser de uma marca de origem chinesa, é fabricado no Brasil.

Em setembro, os dois modelos estão passando por seu primeiro mês completo de emplacamentos. Por enquanto, o que se observa é que nenhum dos dois deverá ser, pelo menos no primeiro momento, uma ameaça aos líderes Compass e Tiguan.

Durante a apresentação do Territory, a Ford bateu na tecla de que o SUV veio para concorrer com o modelo da Jeep e o da Volkswagen. Apesar de ter preço inicial superior ao do brasileiro Compass e ao do mexicano Tiguan, o novato é semelhante em dimensões, motor e equipamentos.

No entanto, suas vendas nas primeiras semanas de setembro foram de cerca de 100 unidades, de acordo com dados obtidos pela coluna. No caso do Tiggo 8, os emplacamentos ficaram em torno de 120 exemplares.

O Tiguan não tem uma vantagem tão folgada, pois somou cerca de 210 unidades emplacadas. Porém, como tivemos apenas sete dias úteis no mês até o fim da semana passada, a vantagem tende a crescer bastante até o encerramento de setembro.

O Compass não tem chances de ser ameaçado, pois é o SUV médio que vende tanto quanto os compactos mais emplacados. No período, somou 1.317 emplacamentos. Quem se deu bem foi o Equinox, que por enquanto aparece à frente do Tiguan, com aproximadamente 240 exemplares vendidos.

Quanto a outros modelos do segmento, como Hyundai ix35, Mitsubishi ASX, Peugeot 3008 e Toyota RAV4, Tiggo 8 e Territory foram melhores em vendas do que todos nos primeiros dias de setembro.

Faltam exemplares de Tiggo 8 e Territory no mercado

A distância em relação aos líderes, no entanto, não traduz o sucesso que Tiggo 8 e Territory estão fazendo no mercado de carros novos. Ambos estão com muita procura nas concessionárias.

Territory Titanium 1 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Territory terá duas versões: SEL e Titanium
Imagem: Murilo Góes/UOL
Para o Caoa Chery Tiggo 8, as filas ficam entre 20 e 45 dias, de acordo com concessionários. O período varia de acordo com a cor escolhida. Segundo uma fonte ouvida pela coluna, a marca está ampliando a capacidade de produção do carro em Anápolis (GO) de 300 para 500 unidades por mês, para amenizar o problema.

Nas concessionárias Ford, a espera pelo Territory é de até 30 dias úteis. A razão é a mesma alegada para o Tiggo 8: alta procura.

O Territory se destaca pelo alto nível de tecnologia a bordo, especialmente na versão mais cara. O modelo tem duas versões, SEL e Titanium, com preços de R$ 165.900 e R$ 187.900, respectivamente. Já o Tiggo 8 chama a atenção por, assim como o Tiguan, oferecer sete lugares. O carro custa R$ 168.600, em única versão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.