PUBLICIDADE
Topo

Chevrolet Tahoe: SUV tamanho GG vem ao Brasil, mas poucos poderão comprá-lo

Divulgação
Imagem: Divulgação
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

06/10/2020 18h00

O Chevrolet Tahoe, um utilitário tamanho GG produzido nos Estados Unidos, já chegou à sua versão 2021 para o mercado norte-americano. Mas uma novidade para os brasileiros é que algumas unidades do modelo, ainda na configuração 2020, estarão disponíveis por aqui.

Isso porque a Chevrolet do Brasil facilitou para os concessionários a importação de um lote do SUV de apenas 80 unidades nas opções LT e Premier. Os carros estarão disponíveis para uso dos revendedores por R$ 400 mil e R$ 450 mil, respectivamente.

Concorrendo diretamente com Range Rover, o SUV de oito lugares deve testar o mercado nacional dos modelos gigantes e com essa proposta a aceitação do utilitário de luxo. O Tahoe conta com um motor 5.3 V8 que entrega 358 cavalos de potência e 519 Nm de torque.

Para se ter ideia da dimensão do tamanho da novidade, o grandão da GM mede 2,9 metros de distância entre-eixos, 5,18 metros de comprimento, 2 m de largura e 1,9 m de altura. Além disso, entre as facilidades está chave de presença, o som premium, o onStar e botão de partida para ampliar o luxo.

No interior, o controle de temperatura de três zonas é disponível de série em todas as configurações. Os pedais possuem ajustes de potência e o espelho de conversação no console do teto oferece uma visão panorâmica dos assentos traseiros. Os bancos do motorista e do passageiro da frente são aquecidos e ventilados.

O modelo de importação é diferente e vai funcionar assim: o cliente pede o modelo e cor à GM Brasil, que imediatamente notifica os dados do comprador ao CISA para validação. O concessionário paga 100% do valor em uma conta IFS nos Estados Unidos. Depois disso, o carro será embarcado da unidade do Equador para o Brasil.

A montadora também disparou observações para os concessionários que o tempo de entrega será de 14 semanas, com o Tahoe chegando sem garantia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.