PUBLICIDADE
Topo

Jeep Compass 2021 chegará com apenas uma mudança: o preço mais caro

Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

23/07/2020 14h10

Quem espera um Jeep Compass reestilizado, como modelo 2021, vai ter que sentar na cadeira por mais tempo e apertar o cinto para aguardar um pouco mais. O SUV continua na pista de decolagem, como se fosse um avião atrás do outro e, por essa razão, a FCA não tem motivos comerciais para mudar nada. Sequer trocar um parafuso. Pelo menos agora.

Essa alteração de face e o ingresso de tecnologia com conectividade só vai acontecer no próximo ano, provavelmente no fim do primeiro semestre ou, de fato, em agosto de 2021, como tradicionalmente tem feito a Jeep.

Mas o tempo, senhor da razão, recebe calibrações diárias e inspira o mercado e o novo fluxo financeiro gerado pela pandemia e pelo dólar. Como assim? Segure aí no apoio de braço, se estiver de carona, porque vem aí mais um aumento na família do Polo Automotivo de Goiana, PE. Aguarde de 3,2% a 3,6% a mais na tabela.

O Compass topo da gama, o S 2.0 Diesel AT9 4X4, por exemplo, saiu de R$ 205.990 para R$ 213.190. Mas claro que ninguém (ou quase ninguém) paga o valor ofertado. O desconto CNPJ (Pessoa Jurídica), que representa média de até 60% das vendas, entra em cena e o modelo vai para a casa dos R$ 175 mil. Vide a tabela que foi divulgada no fim do texto.

O carro, best seller do segmento, segue como o atual, mas infelizmente joga contra o seu bolso. Revelamos aqui quanto vai subir cada versão a partir do próximo mês na tabela para pessoa física, destacando que a maioria das vendas acontece como PJ e produtor rural, ambos de grande influência no resultado dos números da montadora.

Tecnicamente o carro é o mesmo e deve seguir a linha de inspiração daquele que foi apresentado na Europa. Quanto ao motor turbo, você terá que esperar mais. E somente virá para o próximo ano. Esse propulsor 1.3 litro deverá naturalmente substituir a configuração Tigershark flex. O 2.0 turbo diesel de 170 cv continuará intocável.

Vamos lembrar também que não foi só o Compass que passou pelo reajuste. No modelo mais em conta, o Renegade, somente uma versão permanece com o mesmo preço, a 1.8 Flex - que também atua direto no campo do PCD.

De acordo com os dados da Fenabrave, o Jeep Renegade é, até o momento, o SUV mais vendido no acumulado em 2020 com 20.710 unidades saindo das concessionárias. Já o irmão maior, Compass, ocupa a terceira colocação entre os utilitários com 17.637 emplacamentos.

Confira a tabela com a mudança de preços:

Jeep Renegade

STD 1.8 Flex AT6 - de R$ 77.490 por R$ 79.990
Sport 1.8 Flex AT6 - de R$ 91.590 por R$ 94.890
Longitude 1.8 Flex AT6 - de R$ 106.190 por R$ 109.990
Limited 1.8 Flex AT6 - de R$ 113.990 por R$ 117.990
Longitude 2.0 Diesel AT9 4X4 - de R$ 141.990 por R$ 146.990
Trailhawk 2.0 Diesel AT9 4X4 - de R$ 152.990 por R$ 158.290

Jeep Compass

Sport 2.0 Flex AT6 - de R$ 121.990 por R$ 126.290
Longitude 2.0 Flex AT6 - de R$ 134.990 por R$ 139.690
Limited 2.0 Flex AT6 - de R$ 153.990 por R$ 159.390
Longitude 2.0 Diesel AT9 4x4 - de R$ 170.990 por R$ 176.990
Limited 2.0 Diesel AT9 4x4 - de R$ 189.990 por R$ 196.690
Trailhawk 2.0 Diesel AT9 4x4 - de R$ 189.990 por R$ 196.690
Série S 2.0 Diesel AT9 4X4 - de R$ 205.990 por R$ 213.190

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.