PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Nova Tiger 1200 chega ao Brasil em 2022 mais leve, potente e aventureira

Triumph afirma que a nova Tiger 1200 é a bigtrail mais ágil do mundo e representa um salto à frente das concorrentes - Divulgação
Triumph afirma que a nova Tiger 1200 é a bigtrail mais ágil do mundo e representa um salto à frente das concorrentes
Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

12/12/2021 04h00

A Triumph revelou nesta semana a nova geração da Tiger 1200. A bigtrail inglesa foi completamente renovada: perdeu peso, ganhou um novo motor, mais potente, além de novas tecnologias, como sistema de radar com detecção de ponto cego. A nova Tiger 1200 chega ao Brasil já no ano que vem, mas ainda não tem data nem preço definidos para o mercado nacional.

Significativamente mais leve (25 kg a menos do que a geração anterior) e muito mais potente (passou de 139 cv para 150 cv), a nova Tiger 1200 oferece, pela primeira vez, duas novas opções de tanque de combustível com capacidade de 20 litros e também de 30 litros, nas versões Explorer.

Assim como fez com os modelos de 900 cc, a Triumph dividiu a família Tiger 1200 em duas: GT e Rally. A principal diferença entre elas são as rodas. A GT, mais voltada para aventuras no asfalto, usa rodas de liga-leve, aro 19, na dianteira, e 18, na traseira. Já a linha Rally, mais apta ao off-road, traz rodas raiadas, de 21 polegadas, na frente, e 18, atrás.

Motor de três cilindros tem 150 cv

O coração da nova Tiger 1200 é o inédito motor de três cilindros, 1.160 cm³, DOHC e arrefecimento líquido que equipa todos os modelos. O tricilíndrico representa um grande salto em desempenho, quando comparado à geração anterior: produz 150 cv de potência máxima a 9.000 rpm e 13,2 kgf.m a 7.000 giros.

Tiger 1200 - Divulgação - Divulgação
Linha Tiger 1200 2022 foi dividida em duas famílias: a GT que vem com rodas de liga-leve e aro 19, na dianteira; e Rally, com rodas raiadas e aro 21 na frente
Imagem: Divulgação

A Triumph destaca que a grande novidade do propulsor é seu virabrequim T-Plane, que proporciona intervalos desiguais de ignição. Com isso, o motor oferece melhor resposta e bom torque em baixos regimes, uma característica interessante para pilotar na terra; e também boa aceleração e desempenho em altos giros, ideal para acelerar na estrada.

O câmbio de seis velocidades tem embreagem deslizante e shif-assist, mecanismo que permite subir ou reduzir marchas sem usar a embreagem. A prática transmissão final por eixo-cardã permanece, mas, ao invés do pesado monobraço, há uma nova balança traseira que "economizou" 1,5 kg.

Tanque de alumínio

Mas é mesmo o novo quadro o responsável por grande parte da redução de peso da Tiger 1200, pois é 5,4 kg mais leve do que o anterior e tem um subchassi de alumínio e alças de garupa aparafusados, o que facilita a retirada e, segundo a Triumph, foram aprimoramentos desenvolvidos a partir do feedback do cliente. A economia de peso adicional vem do tanque de combustível, agora feito em alumínio, e da já citada balança traseira.

Tiger 1200 Rally Explorer - Divulgação - Divulgação
Tiger 1200 Rally Explorer é modelo topo de linha; vem com tanque de 30 litros, suspensões eletrônicas e sistema de radar
Imagem: Divulgação

As suspensões são da Showa: garfo telescópico invertido com tubos de 49 mm, na dianteira, e monoamortecedor traseiro. Os cursos variam de acordo com a família. Na GT, são 200 mm e na Rally, são 220 mm em ambas. Os ajustes são eletrônicos com sistema semiativo, ou seja, que se adapta ao estilo de pilotagem e também ao terreno.

Os freios também trazem o que há de melhor no mercado. Na dianteira, pinças monobloco Brembo Stylema mordem dois discos de 320 mm de diâmetro; enquanto, na traseira, uma pinça simples, também da grife italiana, atua sobre um disco de 282 mm. Os freios contam, claro, com sistema ABS otimizado para curvas.

Tiger 1200 GT Explorer - Divulgação - Divulgação
Triumph Tiger 1200 GT Explorer é versão completa e ideal para longas aventuras no asfalto; tanque de 30 litros é de alumínio
Imagem: Divulgação

As rodas, como já dito acima, são de liga-leve na família GT. Os pneus são os Metzeler Tourance nas medidas 120/70-19, na frente, e 150/70-18, atrás.

Já os modelos da família Rally são equipadas com rodas raiadas, aptas a receber pneus sem câmara, para a alegria dos motociclistas aventureiros, pois são mais fáceis de reparar em caso de um furo. Os pneus são os Metzeler Karoo Street, nas medidas 90/90-21, na dianteira, e 150/70-18, na traseira.

Sistema de radar

Como outras motos do segmento bigtrail, a nova Tiger 1200 traz um completo pacote eletrônico, com modos de pilotagem, controle de tração, assistente de partida em ladeiras, freios ABS e até suspensões semiativas, tudo controlado por unidade de medição inercial de seis-eixos. Mas a grande novidade mesmo é a adoção do sistema de radar.

Tiger 1200 GT explorer - Divulgação - Divulgação
Tiger 1200 GT Explorer (acima) e Rally Explorer têm novo sistema de radar com dois recursos principais de segurança: Assistência de Ponto Cego e Assistência para Mudança de Faixa
Imagem: Divulgação

As versões topo de linha, batizadas de GT Explorer e de Rally Explorer, saem de fábrica com o novo sistema Triumph Blind Spot Radar, desenvolvido em parceria com a Continental, que oferece dois recursos principais de segurança.

A Assistência de Ponto Cego usa um radar voltado para trás para avisar ao motociclista quando outro veículo está em seu ponto cego. Já a Assistência para Mudança de Faixa dá um aviso se o motociclista acionar a seta para mudar de faixa e houver um veículo se aproximando. Dessa forma, reduz a chance de um acidente na estrada.

Três versões chegam no ano que vem

A Triumph já confirmou que a nova Tiger 1200 vem para o Brasil no próximo ano. Entretanto, segundo a marca, só serão vendidas três das cinco versões disponíveis do modelo no resto do mundo.

Linha Tiger 1200 2022 - Divulgação - Divulgação
Triumph confirmou a vinda de três versões em2022: a Tiger 1200 GT Explorer; Rally Pro e Rally Explorer (foto acima)
Imagem: Divulgação

As versões GT e GT Pro não serão vendidas aqui. Apenas o modelo topo de linha da família, a Tiger 1200 GT Explorer, que tem tanque de 30 litros e sistema de radar. Da família Rally, que tem rodas raiadas e aro 21, na dianteira, virão as versões Pro (com tanque de 20 litros) e Explorer (30 litros).

Os preços e a data exata de lançamento do modelo ainda não foram definidos. Mas, se a Triumph seguir a estratégia adotada nos últimos anos, podemos esperar que a nova geração da bigtrail inglesa desembarque por aqui no segundo trimestre de 2022.