PUBLICIDADE
Topo

Caçador de Carros

SUVs batidos: veja quais são baratos para arrumar e os que custam fortunas

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto
Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colunista do UOL

08/10/2020 04h00

Não é novidade para ninguém que nossos carros estão entre os mais caros do mundo. Mesmo depois de anos de uso, alguns modelos desvalorizam bem pouco e continuam caros até no mercado de usados.

Sendo assim, o brasileiro que tem carro sabe que esse é um bem de uso com grande valor agregado, e que não pode correr o risco de perdê-lo por conta de algum acidente ou roubo.

As seguradoras estão aí para assumir esse risco, mas cobram bem caro por esse serviço. A conta para se chegar a um valor de apólice de seguro é complexa e depende de muitas variáveis. Uma delas é o custo de reparabilidade.

Nada mais é que o custo para arrumar um carro que sofreu com algum acidente. Itens como faróis, lanternas, para-choques e peças de lataria variam bastante de carro para carro. Diferentemente do preço do carro quando novo, que geralmente é bem parecido com o de seus concorrentes diretos.

Pesquisei o custo de algumas peças dos principais SUVs compactos do nosso mercado. Considerei duas situações, uma de colisão frontal, e outra de colisão traseira. No primeiro caso, a média do custo das peças ficou em R$ 9.751,82. No segundo, foi de R$ 6.616,60. A média total das peças de uma colisão frontal e traseira ficou em R$ 16.368,43.

Essa pesquisa de preços foi feita junto com uma empresa de funilaria e pintura, a Doctor Car. O responsável por ela, Fillipe Zamboti, considerou as peças que são comumente substituídas em uma colisão. Mas é claro que isso varia bastante em cada caso.

Para ser fiel ao comparativo, consideramos o custo das mesmas peças. Por exemplo, em alguns casos, conseguimos o preço dos faróis de neblina e em outros não. Sendo assim, não considerei o custo dos faróis de neblina para nenhum dos carros.

O custo de mão de obra não entrou nessa pesquisa por serem praticamente iguais, independentemente do modelo. Já uma coisa que pode variar no custo final do reparo é a cor da carroceria do carro que está sendo reparado. Segundo Zamboti, quanto mais pigmentos e materiais forem precisos para compor uma cor, maior será o custo dela. Em geral, as cores sólidas são mais baratas, e as metálicas e perolizadas as mais caras.

Para finalizar, Zamboti relata a notável diferença entre um fabricante e outro no prazo para entrega das peças. Os melhores são Nissan, Chevrolet, Volkswagen e Hyundai, que geralmente têm peças para pronta entrega. Caoa Chery e a Honda também vão bem nesse quesito e pedem dois dias para entrega das peças.

As mais demoradas, que pedem entre sete e 10 dias, são Ford, Renault, Citroën e Jeep. Claro que isso pode variar, mas é o que geralmente ele enfrenta na sua oficina.

A seguir, a lista de 10 SUVs, em ordem crescente do custo total de reparabilidade.

Nissan Kicks

Nissan Kicks - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Tenho certeza que é uma surpresa para muitos, mas o Kicks é o SUV com o menor custo de reparabilidade. Em uma colisão frontal, o valor das peças chega em R$ 6.022,38. Já em uma colisão traseira, é de R$ 4.682,32. Somando todas as peças, são R$ 10.704,70.

Chevrolet Tracker

Chevrolet Tracker LT 1.0 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

O Chevrolet Tracker também se deu bem nessa lista. Em uma colisão frontal, o custo das peças chega a R$ 7.462. Já em uma colisão traseira, é de R$ 3.267,79. Somando todas as peças, são R$ 10.729,79. Praticamente um empate técnico com o Kicks.

VW T-Cross

Volkswagen T-Cross 2021 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Em terceiro lugar, o T-Cross é outro que surpreendeu. Em uma colisão frontal, o custo das peças chega a R$ 8.528,24. Em colisão traseira, é de R$ 5.066,25. Somando todas as peças, são R$ 13.594,49.

Ford EcoSport

Ford EcoSport FreeStyle 2020 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O pioneiro dos SUVs compactos do Brasil ficou em quarto lugar. O custo das peças fica em R$ 9.510,11 para colisões frontais e R$ 4.780,03 em caso de colisões traseiras. Somando todas as peças, são R$ 14.290,14.

Renault Duster

Duster - Best Cars - Best Cars
Imagem: Best Cars

No meio da lista, mas ainda abaixo da média da categoria, aparece o Renault Duster, que eu esperava que fosse o mais barato. Em uma colisão frontal, o custo das peças chega a R$ 8.653,18. Já numa colisão traseira é de R$ 5.761,46. Somando todas as peças, são R$ 14.414,64.

Hyundai Creta

Hyundai Creta Pulse Plus 2020 - Marcos Camargo/UOL - Marcos Camargo/UOL
Imagem: Marcos Camargo/UOL

Em sexto lugar, e já acima da média da categoria, temos o Hyundai Creta. O custo das peças em uma colisão frontal chega a R$ 9519,44, enquanto no caso de colisão traseira é de R$ 6.986,42. Somando todas as peças, são R$ 16.505,86.

Caoa Chery Tiggo 5X

Caoa Chery Tiggo 5x - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Fabricado no Brasil, o Tiggo 5X aparece na sétima posição com custo de peças chegando a R$ 11.361,07 no caso de colisões frontais e R$ 6.030,24 para colisões traseiras. Somando todas as peças, são R$ 17.391,31.

Honda HR-V

Honda HR-V - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Em oitavo lugar, o Honda HR-V. Em uma colisão frontal, o custo das peças fica em R$ 12.591,56. Já em uma colisão traseira, é de R$ 6.934,38. Somando todas as peças, são R$ 19.525,94.

Jeep Renegade

Jeep Renegade Longitude - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Um dos SUVs mais vendidos é também um dos mais caros para reparar, principalmente se a colisão for traseira - com o custo chegando a R$ 13.246,45. Para colisões frontais, é de R$ 9.638,55. Somando todas as peças, são R$ 22.885.

Citroën C4 Cactus

Citroën C4 Cactus Shine - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O troféu de SUV mais caro para ser reparado vai para o Citroën C4 Cactus. Numa colisão frontal, o custo das peças chega a R$ 14.231,72. Já em uma colisão traseira, é de R$ 9.410,70. Somando todas as peças, são R$ 23.642,42.