PUBLICIDADE

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

BBB: Arthur conta que perdeu visão após quadro de estresse; faz sentido?

BBB 22: Arthur Aguiar contou história para amigos de confinamento - Reprodução/Globoplay
BBB 22: Arthur Aguiar contou história para amigos de confinamento Imagem: Reprodução/Globoplay

Luiza Vidal

De VivaBem*, em São Paulo

27/02/2022 14h07

Em conversa com os brothers neste sábado (26), Arthur Aguiar contou que, durante um Natal em família, ficou muito estressado e 'perdeu a visão' temporariamente.

De acordo com o ator, de um lado, ele enxergava preto e, do outro, colorido. "Eu não enxergava você. Eu tinha que fazer assim [movendo a cabeça] para enxergar... Mano, fui para o hospital, foi sério. Aí o médico fez vários exames e viu no meu olho e falou: 'Você teve um pico de estresse e tal. Vai demorar três ou quatro dias para você voltar' e passou remédio", disse aos amigos.

Antes disso, Tiago Abravanel estava falando para os brothers que o olho dele não parava de tremer. Arthur logo respondeu que era "emocional" e, depois, relatou sobre o quadro de estresse que passou.

Afirmação do Arthur faz sentido?

O estresse, de fato, pode causar diversos sintomas que vão desde tontura, sudorese, náusea, formigamento até taquicardia (coração acelerado). A longo prazo, também pode resultar em problemas cardiovasculares graves, como AVC (acidente vascular cerebral) e infarto.

De acordo com o neurologista Victor Miranda, professor da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC), o caso relatado por Arthur pode mesmo ocorrer, principalmente quando os exames clínicos descartam a presença de algum problema de saúde, como doenças neurodegenerativas ou o próprio AVC.

"A gente associa esses casos a um evento de estresse. Provavelmente, como um diagnóstico de cegueira parcial funcional. Quadros psicossomáticos costumam ser transitórios e tendem a passar rápido", diz. "É uma forma que o paciente encontra, inconscientemente, de manifestar determinada emoção."

Inclusive, em situações de estresse e tensão, o organismo inteiro fica em estado de alerta, conforme explica Henrique Bottura, psiquiatra diretor clínico do Instituto de Psiquiatria Paulista e colaborador do ambulatório de impulsividade do HC (Hospital das Clínicas) de São Paulo.

"Todo esse desequilíbrio que o estresse causa pode resultar em vários tipos de sintomas, inclusive com manifestações oculares", afirma.

Segundo os especialistas, é essencial procurar ajuda médica para excluir causas clínicas. Além disso, é fundamental acompanhar o quadro para ver se há melhora ou piora. Caso os sintomas não passem, é preciso procurar auxílio médico novamente.

Outra orientação importante, de acordo com o psiquiatra, é priorizar os momentos de repouso e descanso em momentos de muito estresse.

Entenda como o estresse age no corpo

Diante de alguma ameaça, nosso organismo se prepara para lutar ou fugir, liberando hormônios como a adrenalina e o cortisol. O primeiro faz o coração se acelerar, a pressão subir, a respiração ficar mais rápida e a pessoa suar.

Isso faz com que as extremidades, como mãos e pés, fiquem gelados. Outras funções são suprimidas, como a digestão. Já o cortisol, conhecido como "hormônio do estresse", aumenta nosso nível de glicose, para que haja energia suficiente para agir.

O problema é que, quando liberados em excesso e por longos períodos, os hormônios associados ao estresse podem aumentar o risco de diversas doenças, ou agravar condições já existentes, como lúpus, psoríase, diabetes ou asma, entre outras.

Em resumo, situações de estresse podem resultar em:

- Taquicardia (coração acelerado)
- Pressão alta
- Respiração superficial ou ofegante
- Sudorese
- Mãos e pés frios
- Pupila dilatada
- Contração muscular
- Vasoconstrição (contração dos vasos sanguíneos)
- Estado de atenção
- Pensamentos acelerados
- Tonturas
- Náusea ou vômito
- Dores de estômago (tipo gastrite)
- Diarreia ou constipação
- Aumento da frequência urinária
- Dores de cabeça e no corpo
- Insônia ou sono agitado
- Bruxismo
- Eventos cardiovasculares (como infarto ou derrame).

* Com informações de reportagem publicada em 14/08/2018.

Equilíbrio