PUBLICIDADE

Topo

Longevidade

Práticas e atitudes para uma vida longa e saudável


Longevidade

Emoções positivas ajudam a preservar memória, mostra estudo

Pesquisa analisou dados de 991 adultos de meia-idade e idosos dos EUA - iStock
Pesquisa analisou dados de 991 adultos de meia-idade e idosos dos EUA Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

09/11/2020 20h27

Sentimentos positivos como alegria e animação ajudam a preservar a memória ao longo do envelhecimento, de acordo com um estudo publicado no periódico Psychological Science, no dia 22 de outubro deste ano.

A pesquisa, liderada por Claudia Haase, da Universidade de Northwestern University, nos Estados Unidos, analisou dados de 991 adultos de meia-idade e idosos, que participaram de uma pesquisa norte-americana em três datas: de 1995 a 1996, 2004 a 2006 e 2013 a 2014 — com um intervalo de nove anos entre os últimos dois períodos.

Como o estudo foi feito?

  • A cada avaliação nos três períodos, os participantes deveriam relatar quais emoções positivas sentiram nos últimos 30 dias;
  • Nas duas avaliações finais, eles também tinham que fazer testes de memória, como repetir as palavras logo após serem ditas e, novamente, 15 minutos depois;
  • O estudo levou em conta a idade, sexo, educação, depressão, sentimentos negativos e extroversão.

Qual foi a conclusão do estudo?

De acordo com Haase, a conclusão é que, de fato, a memória diminui com a idade, entretanto, "os indivíduos com níveis mais altos de 'afeto positivo' tiveram um declínio de memória menos acentuado ao longo de quase uma década".

Por que este estudo é importante?

Segundo os pesquisadores, o resultado é importante porque contribui para o banco de pesquisas que mostram o papel das emoções positivas no envelhecimento.

Longevidade