PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Mulheres na pós-menopausa têm maior risco de desenvolver covid-19 grave

Menor nível de estrogênio em mulheres na pós-menopausa aumentaria a chance de casos graves de covid-19 - iStock
Menor nível de estrogênio em mulheres na pós-menopausa aumentaria a chance de casos graves de covid-19 Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

05/08/2020 10h54

Um estudo da King's College London apontou que altos níveis de estrogênio podem ter efeito de proteção contra o novo coronavírus. Com isso, mulheres na pós-menopausa teriam mais riscos de desenvolver a forma grave da doença, já que o hormônio cai nesse período.

A pesquisa, que contou com voluntárias com e sem a doença, foi publicada no periódico médico medRxiv. Pesquisadores examinaram a taxa de casos de covid-19 entre mulheres na pós-menopausa, na pré-menopausa que tomam a pílula contraceptiva oral combinada e outras na pós-menopausa em terapia de reposição hormonal. Foram mais de 500.000 pacientes avaliadas no Reino Unido, entre 7 de maio e 15 de junho de 2020.

"Nossa hipótese foi de que mulheres na pré-menopausa com níveis mais altos de estrogênio apresentariam covid-19 menos grave quando comparadas com mulheres da mesma idade que haviam passado pela menopausa, e nossos resultados confirmam isso", disse a médica Karla Lee, uma das autoras da pesquisa.

O estudo, que não foi revisado por pares, mostrou que os casos de covid foram maiores no grupo de mulheres na pós-menopausa, com idades entre 45 a 50 anos. Elas relataram sintomas de anosmia (perda do olfato e do paladar), febre e tosse persistente, e a necessidade de tratamento com oxigênio no hospital para tratar a doença.

"Além disso, quando comparamos um grupo mais jovem de mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional oral a um grupo semelhante que não toma o medicamento, vimos casos menos grave de covid entre as que tomam a pílula, sugerindo que os hormônios podem oferecer alguma proteção contra a covid-19. Certamente, mais pesquisas serão necessárias para aprofundar nosso conhecimento", completou ela.

De acordo com os resultados, o hormônio interage com o sistema imunológico de várias maneiras, entre elas, influenciando quantas células imunológicas são produzidas e como elas respondem a uma infecção, o que também explicaria por que homens têm maior risco de contrair infecções graves, incluindo a covid, já que produzem o mesmo hormônio em menor quantidade.

Entre as mulheres com idade entre 18 e 45 anos, a taxa de casos de covid foram mais baixas, assim como os sintomas e taxa de hospitalização. Já em mulheres na pós-menopausa, entre 50 e 65 anos, e que faziam reposição hormonal, a frequência da doença foi alta, mas com baixa taxa de hospitalização.

Saúde