Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Alimentação influencia o rendimento no Enem; veja como escolher o que comer

Planejar a alimentação antes e durante a prova podem ajudar no rendimento do candidato - iStock
Planejar a alimentação antes e durante a prova podem ajudar no rendimento do candidato Imagem: iStock

Danielle Sanches

Do VivaBem, em São Paulo

02/11/2019 14h00

Resumo da notícia

  • Planejar a alimentação é importante para impedir qualquer influência negativa durante a prova
  • Fazer um almoço leve antes do teste e levar lanchinhos como frutas e barra de cereais são as dicas dos especialistas
  • Quem não tem fome antes da prova por conta do nervosismo pode investir em uma salada ou vitamina reforçada; o importante é ir alimentado
  • Chocolate pode, desde que seja na versão meio amargo e em pequenas porções

A primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece neste domingo, 3. Na hora de realizar a prova, no entanto, não são apenas os conhecimentos específicos de cada matéria que serão cobrados: pensar na alimentação antes e durante o teste também é importante para garantir um bom rendimento. Confira algumas dicas para esse planejamento:

Almoço no dia da prova

Evite combinações pesadas (feijoada, nem pensar!) para não acabar ficando com aquela sensação de fadiga e sonolência após uma grande refeição. Legumes cozidos, uma porção pequena de proteína à sua escolha e um pouco de arroz já são suficientes para alimentar sem pesar no estômago.

Também não é hora de experimentar comidas diferentes, como pratos exóticos e temperos apimentados que você nunca comeu — assim você evita o risco de passar mal ou até mesmo descobrir uma alergia alimentar justamente horas antes da prova.

E se eu estiver sem fome?

O nervosismo faz com que muitas pessoas percam a fome. Se esse é o seu caso, não se force: respeite seu organismo para não correr o risco de sofrer uma indisposição por comer o que não quer. No entanto, é importante, sim, ir para a prova alimentado. Por isso, invista em algum prato leve e de fácil digestão, como salada ou legumes cozidos acompanhada de suco de frutas como. Se nada estiver descendo, que tal apostar em uma vitamina reforçada com frutas como manga e banana acompanhada de mel e aveia?

Lanchinhos para a hora da prova

Além de água (em garrafa transparente e sem rótulo), todos os candidatos podem levar alimentos. O ideal é escolher algo pronto e que seja fácil de consumir, como frutas (banana, pera, maçã) e barrinha de cereal. Você pode também levar balas, que fornecem energia rapidamente.

Pode chocolate?

O doce é um dos alimentos mais tradicionais de toda prova (do Enem e de qualquer vestibular). E sim, ele é permitido e até benéfico, já que fornece energia para o corpo. Mas prefira a versão meio amargo (melhor ainda se for com 60-70% cacau) e sem recheios para ser mais saudável. Também evite excessos: uma ou duas barrinhas pequenas já são suficientes.

Tenho muita fome durante a prova. E agora?

Dá para levar torradas integrais e ainda queijos processados UHT para dar uma força na saciedade sem pesar no estômago. Chips de vegetais (como cenoura, mandioquinha e batata-doce) também são boas opções para matar a fome quando apertar.

Fontes consultadas: Andressa Heimbecher, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo e médica colaboradora do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP); Luciana Coppini, nutricionista membro da Câmara Técnica do CRN-3 (Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região SP-MS)


Podcasts do UOL
Ouça o podcast Maratona, em que especialistas e corredores falam sobre corrida. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Alimentação