Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Seguindo dieta mediterrânea, macacos não ganham peso mesmo comendo muito

Estudo foi publicado no periódico científico Obesity - autumnhoverter/iStock
Estudo foi publicado no periódico científico Obesity Imagem: autumnhoverter/iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

23/04/2019 11h49

Mesmo comendo grandes quantidades de alimentos, macacos que seguiram uma dieta mediterrânea não ganharam peso. O teste foi feito para uma pesquisa publicada na revista Obesity, que teve como objetivo comparar a dieta mediterrânea com a ocidental e entender sua influência em doenças relacionadas à obesidade.

Como o estudo foi feito

  • O ensaio clínico foi realizado com 38 macacos fêmeas adultas e durou 38 meses.
  • Os macacos consumiram ração durante 7 meses e depois foram separados em grupos que seguiam dietas ocidentais ou mediterrâneas.
  • Dietas ocidentais e mediterrâneas foram formuladas para se assemelhar às dietas humanas, combinadas com o conteúdo de macronutrientes, com proteínas e gorduras derivadas em grande parte de fontes animais na dieta ocidental e fontes vegetais na dieta mediterrânea.
  • Consumo de alimentos, níveis de atividade, gasto energético, composição corporal e de metabolismo de carboidratos foram medidos durante as fases inicial e de tratamento.

Resultados

"O que descobrimos foi que o grupo que seguia a dieta mediterrânea pesava menos e tinha menos gordura corporal do que os da dieta ocidental", disse Carol Shively, uma das principais responsáveis pela análise.

Os pesquisadores afirmam que a dieta mediterrânica também protegeu contra a doença hepática gordurosa não alcoólica, a qual a obesidade é uma das principais causas.
Apesar do pequeno tamanho da amostra de participantes e dos testes feitos apenas em animais, os cientistas esperam que as descobertas encorajem as pessoas a comerem alimentos mais saudáveis.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube