Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Por que tenho déjà-vu? Existe uma explicação para essa sensação?

Pergunte ao VivaBem dejavu
Imagem: Fernanda Garcia/VivaBem

Gabriela Ingrid

Do UOL VivaBem, em São Paulo

19/03/2019 04h00

O déjà-vu é a sensação de que uma cena ou experiência que se está vivendo nesse momento já aconteceu. Estima-se que 97% das pessoas já tenham experimentado algo do tipo. Habitualmente, ele não indica gravidade, mas pode sinalizar a possibilidade de se ter epilepsia ou ansiedade generalizada em alguns casos.

O déjà-vu representa a ativação de regiões do cérebro envolvidas com o processamento das memórias, como o hipocampo, localizado no lobo temporal, mas sua causa ainda é desconhecida. Alguns estudos, no entanto, tentaram desvendar seu funcionamento.

Uma pesquisa publicada no periódico The Quarterly Journal of Experimental Psychology em 2016, por exemplo, revelou que a sensação ocorre quando o cérebro manda sinais para ver se houve algum tipo de "erro de memória". Ou seja, o fenômeno é nosso cérebro verificando se houve alguma incoerência entre o que realmente vivemos e o que achamos que vivemos.

Logo, ter um déjà-vu pode ser um bom sinal por mostrar que o sistema de "checagem de memória" está funcionando bem e que é improvável que você esqueça ou confunda eventos passados. Entretanto, pessoas com epilepsia podem ter crises em forma de déjà-vu, portanto, quando essa sensação for muito frequente e muito forte, é melhor procurar um médico. O diagnóstico, no caso, é simples e basta um exame clínico e um eletroencefalograma para tirar a dúvida.

Fontes: Lívia Almeida Dutra, neurologista da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein; Rubens Gagliardi, médico chefe adjunto da Clínica Neurológica da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um e-mail para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no UOL VivaBem.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube