Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Depressão é causada por falta de hormônio no cérebro ou é emocional?

Depressão é causada por diversos fatores - Getty Images
Depressão é causada por diversos fatores Imagem: Getty Images

Gabriela Ingrid

Do UOL VivaBem, em São Paulo

15/02/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Depressão é multifatorial: genética, ambiente e fisiologia atuam
  • Traumas geralmente são gatilhos, não causas

Quando se fala na causa da depressão, é comum haver certa confusão: é uma falha na liberação de neurotransmissores pelo cérebro ou uma tristeza que não passa?

Quem disser que sabe a exata causa da depressão merece um prêmio, não existe uma causa puramente fisiológica ou puramente ambiental. É só pegar como exemplo duas pessoas que trabalham no mesmo ambiente de trabalho, com o mesmo chefe e que sofrem o mesmo assédio moral. Algumas terão depressão, outras não. A pessoa precisa ter a junção de vulnerabilidade genética, deficiência bioquímica e a infelicidade ou estresse constantes.

Nos dias de hoje, as pessoas têm graus de estresse agudo ou crônico e provavelmente essa resistência também é regulada por um potencial genético. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 4,4% da população mundial têm a doença.

Essa dicotomia de causas definidas já foi superada. É uma junção de fatores Psiquiatra Marcelo Allevato

Vale lembrar que o trauma estressor como a perda de um emprego, morte de um ente querido, ruptura de um relacionamento ou aumento da demanda profissional não é propriamente a causa, e sim o gatilho para o surgimento da depressão, em quem apresenta alguma vulnerabilidade.

A maneira de processar internamente a ocorrência traumática é que mais influencia no aparecimento dos sintomas Aldeniz Leite

O que é esse desequilíbrio químico?

O transtorno não é causado pela falta de serotonina ou outra substância qualquer, mas por um desequilíbrio.

A regulação de produção de neurotransmissores e receptores é feita tanto pela genética do indivíduo, quanto pelo ambiente. Se eu vivo em um ambiente altamente estressante, terei altos níveis de noradrenalina. Quando escuto algo prazeroso, tenho altos níveis de dopamina etc. E a genética é quem vai modular como será essa resposta.

Na discussão pela causa, ainda há a retroalimentação do ciclo e desregulação de neurotransmissores. Isso porque a depressão induz a secreção do hormônios do estresse.

Por isso, o principal é sempre procurar um psiquiatra que irá receitar o melhor remédio para esse desequilíbrio e um terapeuta para tratar os gatilhos emocionais.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube