Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Cientistas criam novo composto que estimula corpo a combater câncer

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem

04/04/2018 11h37

Entre as diversas linhas de pesquisa na luta contra o câncer, a que mais tem ganhado espaço é a imunoterapia, que estimula o próprio sistema imune do corpo a combater a doença. Vacinas e até géis estão sendo testados com esse objetivo. Agora, um novo estudo encontrou outra maneira eficaz de fazer com que as células imunológicas do organismo chamadas de Invariant natural killer T (iNKT) ataquem o tumor.

As células iNKT fornecem ao sistema imunológico munição crucial na luta contra infecções e doenças como câncer, lúpus e esclerose múltipla. Estudos anteriores mostraram que certos compostos ativavam as células iNKT em humanos, mas elas desencadeavam uma reação imune conflitante: enquanto algumas estimulavam a resposta de outro tipo de célula imune chamada citocinas, outras a inibiam.

Veja também:

Mas agora, pesquisadores da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, descobriram uma maneira de contornar este enigma, projetando um composto para que ele apenas ative as células imunes e não as iniba. O composto é chamado AH10-7 e foi desenvolvido de forma que, seletivamente, atinja apenas um certo tipo de citocina que combate o tumor: as citocinas Th1.

Os cientistas testaram o AH10-7 em camundongos geneticamente modificados para replicar a resposta de células iNKT humanas. Os resultados, publicados na revista Cell Chemical Biology, mostraram que o composto foi bem-sucedido em impedir que células do melanoma, tipo de câncer de pele, crescessem e se espalhassem nos animais.

A ideia é que os estudos avancem e o composto seja conhecido por outros pesquisadores. "Estamos fornecendo protocolos para que outros cientistas possam projetar moléculas relacionadas que induzam respostas desejadas das células iNKT", diz Amy Howell, que conduziu o estudo.

Siga o VivaBem nas redes sociais
Facebook • Instagram • Youtube

Saúde