PUBLICIDADE

Topo

Verônica Laino

Busca uma pele mais uniforme? Aposte nestes alimentos!

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Verônica Laino

Verônica Laino é formada em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e a? produc?a?o de conteu?do online, mi?dias sociais e eventos, como forma de alcanc?ar cada vez mais pessoas e ajuda?-las a levar uma vida pra?tica, sauda?vel, balanceada e gostosa.

Colunista do UOL

02/11/2021 04h00

Se você está em busca de uma pele mais bonita e radiante, precisa apostar em uma dieta saudável. Alguns alimentos têm ação anti-inflamatória e antioxidante e ajudam a pele a se regenerar de forma mais saudável e bonita.

O foco da alimentação deve ser em alimentos ricos em colágeno, flavonoides, zinco, fibras, vitamina C e B12. Esses nutrientes vão ajudar na produção de uma pele mais firme, reduzindo a retenção de líquidos, melhorando a circulação e reduzindo inflamações.

Como a pele do corpo todo se beneficia, é possível ver melhoras no rosto e também na celulite das pernas, bumbum e culote, afinal a celulite é uma lesão inflamatória nos tecidos adiposos e subcutâneos.

Beber água durante o trabalho/ garrafa de água - iStock - iStock
Imagem: iStock

Antes de focar na alimentação, no entanto, preciso ser repetitiva novamente e lembrar da importância do consumo de água. Sei que sempre coloco a água em primeiro lugar em praticamente todas as matérias que falo sobre saúde, mas sem uma quantidade adequada dela no nosso corpo, não é possível fazer as trocas celulares, o transporte de nutrientes e a eliminação de toxinas na urina. A recomendação é, no mínimo, 30 ml de água por quilo de peso. Então, uma pessoa que pesa em torno de 70 kg precisa consumir no mínimo 2,1 litros por dia. Lembrando que que nessa conta não entram refrigerante, suco, leite etc.

Uma vez que seu corpo está hidratado, podemos focar nos alimentos que vão fornecer os nutrientes necessários para uma boa renovação celular. Tente distribuir esses alimentos ao longo da sua semana e em torno de 30 dias você já vai ver uma melhora significativa na pele.

Aveia - iStock - iStock
Imagem: iStock

Aveia

Uma queridinha do café da manhã saudável, pode ser adicionada por cima das frutas, do iogurte ou misturada com ovos para fazer um pãozinho de frigideira. Outra pedida é fazer o clássico mingau de aveia, que nutre o corpo e dá sensação de saciedade.

A aveia auxilia no bom funcionamento do intestino pelo seu grande teor de fibras. Isso é importante pois quando ficamos constipados, não conseguimos eliminar de forma eficaz produtos finais da digestão que não interessam para nosso corpo. Porém, se as fezes ficam ali paradas por dias, o corpo acaba absorvendo o que ele deveria ter eliminado, com isso temos uma piora na pele, principalmente com o aparecimento de espinhas e oleosidade

Além disso, a aveia é rica em silício, que participa da formação de colágeno, que dá sustentação para nossa pele e reduz a flacidez.

mãe filha comendo fruta; melancia - iStock - iStock
Imagem: iStock

Melancia

Aproveite que o calor está chegando e inclua mais melancia no seu dia. A dica é deixar ela picada em pote na geladeira, assim não fica com preguiça de comer e sempre tem um lanche saudável pronto. Bem geladinha, ela é muito refrescante e combina com folhinhas de hortelã para um lanche muito saboroso e que vai aliviar as altas temperaturas.

Por ser rica em água e potássio, a melancia tem ação diurética, favorecendo o funcionamento do sistema linfático, reduzindo a retenção de líquido. Para quem termina o dia com as pernas inchadas, incluir a melancia na hora do lanche da tarde vai aliviar estes sintomas.

Leguminosas - iStock - iStock
Imagem: iStock

Leguminosas

Neste grupo entram todos os tipos de feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha e soja. São ricas em proteínas que vão ajudar na produção do colágeno, dando mais firmeza para a pele.

Outra vantagem é serem fonte de ferro, que ajuda no transporte de oxigênio pelo sangue, melhorando a oxigenação da pele, deixando ela mais radiante. Por ser uma fonte de ferro vegetal, é importante sempre consumir na mesma refeição uma fonte de vitamina C como por exemplo temperar a salada com limão, tomar um copo de suco de acerola ou comer uma laranja de sobremesa.

Castanha-do-pará - iStock - iStock
Imagem: iStock

Castanha-do-Pará

Também conhecida como castanha-do-Brasil, esta queridinha é fonte de dois nutrientes incríveis: a vitamina E e o selênio. Esta dupla tem uma potente ação antioxidante, combatendo o envelhecimento precoce da pele, ou seja, você terá uma pele que demora mais tempo para envelhecer. O consumo de duas castanhas por dia é suficiente para atingir a quantidade necessária de selênio, então nada de abusar.

Sardinha - iStock - iStock
Imagem: iStock

Peixes

Aqui o foco são peixes ricos em ômega 3 como a sardinha, o salmão e o bacalhau. A sardinha é a melhor opção por conta do seu custo benefício, por ser um peixe pequeno tem pouca contaminação por mercúrio e é relativamente fácil achar em peixaria e supermercado. Uma dica é fazer na panela de pressão com cebola e tomate, fica uma delícia e pode ser consumida na salada ou dentro de um sanduíche, por exemplo.

O ômega 3 melhora a circulação sanguínea além de ajudar no combate a reações inflamatórias, reduzindo muito a celulite.

Malus sieversii é considerada a mãe da maçã que conhecemos - BBC - BBC
Imagem: BBC

Maçã

Você já deve ter ouvido aquela frase: "Uma maçã por dia mantém o médico à distância". Isso se deve aos diversos benefícios presentes na maçã. Ela contém vitamina A, C, B1 e B2, cálcio, ferro e fósforo, além de fibras. Tem ação antioxidante e contribui para um bom funcionamento do intestino pela presença da pectina, uma fibra que ajuda a eliminar as impurezas do nosso organismo. É uma ótima pedida para ser consumida na ceia, junto com a castanha-do-Pará.

agronegócio uvas São Paulo - Rubens Chiri/Divulgação - Rubens Chiri/Divulgação
Imagem: Rubens Chiri/Divulgação

Uvas vermelhas

Aqui o foco é naquelas com a casca vermelha ou roxa, pois são ricas em polifenois e taninos, que vão favorecer a microcirculação sanguínea, protegendo os vasos e o aparecimento de varizes. Também ajudam a combater os radicais livres e o envelhecimento precoce da pele.

Além disso, são ricas em flavonoides, que protegem nossas vitaminas e enzimas, com isso temos um bom funcionamento do corpo como um todo.

Um cacho pequeno de uva pode ser uma boa opção para um lanche intermediário, além de ser fácil e prático. Ao consumir a casca, temos uma boa quantidade de fibras que dão sensação de saciedade.

Brocolis - iStock - iStock
Imagem: iStock

Brácicas

Neste grupo estão os vegetais como brócolis, couve-flor, couve e repolho, ricos em antioxidantes que combatem os radicais livres e vitamina C que participa na formação do colágeno.

Outro fator importante é que estes alimentos auxiliam o fígado a eliminar toxinas do corpo, o famoso detox que falamos. Por isso, é muito comum adicionar folha de couve no suco verde. Mas estes vegetais podem ser adicionados na hora do almoço ou jantar para complementar a salada da refeição.

Abacaxi - Red Helga/Getty Images - Red Helga/Getty Images
Imagem: Red Helga/Getty Images

Abacaxi

Possui enzimas como a bromelina que, além de facilitar a digestão, tem ação diurética e anti-inflamatória, reduzindo a celulite. Lembrar que a bromelina está em maior concentração no miolo, então nada de jogá-lo fora!