PUBLICIDADE

Topo

Viagem


EUA vão restringir entrada de grávidas para evitar 'turismo de nascimento'

Mulheres grávidas podem ter visto de turismo negado pelos EUA - Getty Images/iStockphoto
Mulheres grávidas podem ter visto de turismo negado pelos EUA Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL

23/01/2020 17h46

O site BuzzFeed News publicou, na última terça-feira (21), documentos do Departamento de Estado dos Estados Unidos que mostram o plano para dificultar a liberação de vistos para mulheres grávidas que pretendem visitar o país.

A administração do presidente Donald Trump, desde o início do mandato, esforça-se para tornar mais rígidas as leis de imigração em seu território. Porém, desta vez, o foco está no que chamam de 'turismo de nascimento', quando uma mulher grávida viaja aos EUA apenas para ter o filho e, dessa forma, garantir a cidadania americana para o bebê.

Segundo comunicado publicado pela Casa Branca nesta quinta (23), "essa mudança regulamentar é necessária para reforçar a segurança", e a "integridade da cidadania americana".

Com a nova restrição, pedidos de visto do tipo B, usado por turistas, serão analisados de acordo com cada situação. A partir desta sexta (24), profissionais encarregados por ceder as permissões poderão exigir mais detalhes das viagens e, caso uma gestante informe que o motivo é buscar tratamento médico, ela precisará comprovar a data que marcou o atendimento e que tem dinheiro suficiente para pagar. Caso o oficial entenda que as respostas não são confiáveis, ele poderá negar o documento.

Viagem