Topo

Viagem


Gosta do frio? Na "Cidade de Gelo", a temperatura chega a -25ºC

Festival de esculturas de gelo de Harbin - na China - uma das cidades mais frias do mundo - jacus/Getty Images
Festival de esculturas de gelo de Harbin - na China - uma das cidades mais frias do mundo Imagem: jacus/Getty Images

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

12/08/2019 08h54

Você é daquelas pessoas que reclamam das baixas temperaturas que, nas últimas semanas, têm assolado diversas regiões do Brasil?

Pois saiba que, na China, existe uma metrópole na qual o inverno pode realmente ser classificado como rigoroso.

Trata-se de Harbin, onde o termômetro chega frequentemente a -25ºC e que é considerada uma das cidades mais frias do mundo.

No inverno, a metrópole chinesa de Harbin abriga um complexo com enormes estruturas de neve - aphotostory/Getty Images
No inverno, a metrópole chinesa de Harbin abriga um complexo com enormes estruturas de neve
Imagem: aphotostory/Getty Images

Situado no nordeste do território chinês (não muito longe da Rússia), o lugar é tão frio que tem o apelido de "Cidade de Gelo".

E Harbin faz por merecer a alcunha.

Durante seus invernos brutais (registros atestam que a temperatura já passou dos -35ºC por lá), este centro urbano ganha uma inusitada e incrível atração turística: um amplo complexo de entretenimento feito com gigantescas edificações congeladas.

No inverno, a temperatura em Harbin costuma passar dos -20ºC - JRpixels/Getty Images
No inverno, a temperatura em Harbin costuma passar dos -20ºC
Imagem: JRpixels/Getty Images

É um festival anual de esculturas frequentado por mais de um milhão de pessoas e no qual artistas criam réplicas de gelo de castelos, prédios, palácios, além de figuras humanas e monumentos como esfinges.

O evento é inaugurado oficialmente no início de janeiro, tem duração de pouco mais de um mês e, durante este tempo, as edificações quase não apresentam derretimento, suportadas pelas baixíssimas temperaturas da área.

E, lá dentro, o turista se sente no meio de uma verdadeira cidade congelada: em 2019, por exemplo, o festival exibiu esculturas inspiradas em templos orientais, arranha-céus e castelos medievais (tudo em grande escala).

A cidade de Harbin fica no nordeste da China, não muito longe da Rússia - oksanaphoto/Getty Images/iStockphoto
A cidade de Harbin fica no nordeste da China, não muito longe da Rússia
Imagem: oksanaphoto/Getty Images/iStockphoto

Em todas as suas edições, é possível caminhar em espécies de ruas no meio das obras e, à noite, admirar grande parte do complexo intensamente iluminado de maneira colorida, em um efeito visual capaz de gerar grandes fotos e deslumbramentos intensos no público.

Neste ano, houve também uma seção dedicada exclusivamente a bonecos de neve (perfeitamente executados) e locais onde o público podia interagir com as esculturas: em uma delas, as crianças tinham a chance de brincar em escorregadores de gelo.

Em Harbin também foi feita, em 2007, o que o Guinness World Records atestou como "a maior escultura de neve do mundo".

O International Ice and Snow Sculpture Festival de Harbin é uma popular atração turística - TonyV3112/Getty Images
O International Ice and Snow Sculpture Festival de Harbin é uma popular atração turística
Imagem: TonyV3112/Getty Images

Realizada por 600 artistas de 40 países do mundo (e composta por 3.398 m³ de neve), a obra alcançou 35 metros de altura e exibiu construções como uma igreja russa e uma catedral francesa.

O gelo usado no festival é retirado do rio Songhua, que banha Harbin e que, já em dezembro, se encontra congelado.

Mais atrações
Além do festival (que, internacionalmente, é conhecido como Harbin International Ice and Snow Sculpture Festival), Harbin oferece atrações turísticas interessantes para o visitante.

Lá está, por exemplo, o incrível edifício da Ópera de Harbin, com um projeto arrojado assinado pelo famoso arquiteto chinês Ma Yansong e palco para apresentações artísticas de alto nível.

Praça da geladíssima cidade de Harbin, na China - aphotostory/Getty Images
Praça da geladíssima cidade de Harbin, na China
Imagem: aphotostory/Getty Images

Uma das principais vias turísticas da cidade, por sua vez, se chama Zhongyang Dajie, um local aberto apenas para pedestres e que fica junto a belos edifícios históricos.

E ainda é possível realizar lindas caminhadas ao ar livre perto do rio Songhua. Mas deixe para fazer isso apenas quando o clima não estiver absurdamente frio.

Viagem