PUBLICIDADE

Topo

Universa

Guinness homenageia primeira tripulação de mulheres a caminhar no espaço

A previsão é de que cada vez mais mulheres participem de missões espaciais - Reprodução/NASA
A previsão é de que cada vez mais mulheres participem de missões espaciais Imagem: Reprodução/NASA

Colaboração para Universa, em São Paulo

22/10/2020 17h38

Christina Koch e Jessica Meir são duas astronautas norte-americanas que fizeram história por formarem a primeira tripulação feminina a fazer uma caminhada no espaço, em outubro de 2019. Na viagem, Christina não só andou pelo espaço como também se tornou a mulher a passar mais tempo na Estação Espacial Internacional, em um período de 328 dias.

O Guinness World Records reconheceu a importância dos feitos realizados pela dupla feminina, e para homenagear as astronautas, anunciou na segunda-feira (19) que incluirá as conquistas na edição de 2021 do Livro dos Recordes.

Meir comemorou a notícia e, em entrevista para o Guinness, dedicou a conquista para as mulheres e para minorias. "Não vemos isso como uma conquista pessoal, mas sim como uma homenagem a gerações de mulheres e outras minorias, que realmente ultrapassaram os limites e realmente quebraram os tetos de vidro para nos permitir chegar onde chegamos, naquele dia."

As mulheres são uma minoria em viagens espaciais desde que as seis primeiras astronautas se juntaram ao programa em 1978. Embora o grupo de astronautas da Nasa mais recente, selecionado entre 2013 e 2017, tenha uma divisão quase uniforme de gênero, a projeção para os próximos dois anos é de que o panorama mude, ineditamente com mais mulheres do que homens na Estação Espacial Internacional.

Durante a caminhada no espaço, a missão de Koch e Meier era substituir uma unidade de carga e descarga de bateria com defeito, que falhou ao ativar após a instalação de novas baterias de íon-lítio na estrutura externa da Estação Espacial.

As astronautas passaram 7 horas e 23 minutos fora da Estação Espacial Internacional, e cumpriram a tarefa sem grandes dificuldades. Ambas enxergam a histórica missão como um feito maior que elas mesmas.

Desde que a cosmonauta russa Svetlana Savitskaya se tornou a primeira mulher a fazer uma caminhada no espaço em 1984, as mulheres participaram de 42 (de 221) caminhadas no espaço.

Koch confessou que deseja que seu recorde de tempo no espaço seja quebrado o mais rápido possível. "Porque isso significa que a Nasa continua a ultrapassar os limites e continuamos a explorar."

As mulheres da tripulação história afirmaram que esperam ser heroínas para futuras exploradoras, de uma maneira que ajude a tornar o programa espacial e suas realizações mais diversificados.

Universa