PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Inveja, sujeira e outros fatores que bloqueiam sua energia de prosperidade

Segundo místicos, bagunça em casa contribui para o surgimento de "larvas astrais" - iStock
Segundo místicos, bagunça em casa contribui para o surgimento de "larvas astrais" Imagem: iStock

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

04/10/2020 04h00

Às vezes, as pessoas não se dão conta, mas elas mesmas são as responsáveis por bloquear o fluxo energético da prosperidade em suas vidas. Como? Com atitudes que, em vez de conduzi-las ao sucesso e à evolução, parecem paralisar suas conquistas profissionais e financeiras. Isso porque esses comportamentos acabam, segundo os espiritualistas, vibrando numa energia negativa, impedindo o crescimento.

Para dar uma guinada, vale a pena observar se os fatores a seguir fazem parte da sua rotina - e tratar de neutralizá-los o quanto antes:

Itens quebrados ou sem uso em casa: Não guarde coisas que não utiliza mais ou roupas que deixaram de servir há tempos. A cada seis meses, em média, faça um faxinão geral na sua casa para mudar sua energia. Doe tudo aquilo que não veste mais. De acordo com os espiritualistas, objetos quebrados não devem ser guardados ou remendados. Quando um vaso cai e se parte, por exemplo, significa que alguma energia negativa foi bloqueada por ele. Toda energia de prosperidade e sucesso precisa correr e acumular memórias emocionais em matéria não é algo bom. Deixe o velho ir para que o novo possa chegar e ainda ajudar alguém que está precisando.

Sujeira e desorganização: Seja em casa ou no escritório, evite: roupas espalhadas, papéis acumulados, chão sem varrer, pia cheia de louça usada, cestos de lixo abarrotados. Tudo isso contribui para o surgimento de larvas astrais, resquícios de energia de baixa frequência que influenciam o ambiente.

Pessimismo: É importante entender e aceitar que coisas ruins podem acontecer, mas tudo deve servir de lição para nós melhorarmos. Pessoas prósperas sempre pensam positivo e incutem isso em todos que estão ao seu redor. Ah, e obviamente, o pensamento sozinho é apenas pensamento: é fundamental associá-lo à prática e colocar a mão na massa.

Perfeccionismo: Conscientize-se de que nada será perfeito, não importa o quanto você tente. Então, melhor o feito do que o perfeito. Muitas pessoas perfeccionistas também são procrastinadoras, ou seja, adiam ao máximo a entrega de um trabalho ou projeto com receio de errar. Muitas oportunidades são perdidas se você esperar eternamente um cenário, contexto ou momento ideal.

Inveja: Ok, é um sentimento normal, todo mundo a tem - em menor ou maior grau. Mas perder mais tempo observando o sucesso dos outros do que cuidando de alavancar o próprio impede a sua evolução. Não deixe que esse sentimento domine sua vida. Um bom jeito de diminuí-la ou torná-la positiva é transformando-a em admiração e aprendizado. Se alguém próximo está crescendo ou mudando de vida para melhor, analise a trajetória da pessoa e perceba o que ela faz: se inscreveu em cursos, aplicou dinheiro, pratica a gratidão, vê a parte boa dos acontecimentos.

Pessoas tóxicas: Você se torna a soma das pessoas com quem passa mais tempo. Se você passa muito tempo com quem que se recusa a assumir a responsabilidade por suas falhas, sempre encontra desculpas e culpa os outros pela situação em que se encontra, então é bem possível que também aja dessa forma por mimetismo. Procure se cercar de gente otimista, empreendedora e, sobretudo, que melhore seu astral.

Fontes consultadas: Bruno Gimenes, especialista em desenvolvimento pessoal e autor de "Como ser um imã para o dinheiro - Técnicas poderosas para atrair o sucesso financeiro" (Ed. Luz da Serra); Cigana Kélida, psicóloga e espiritualista, de São Paulo (SP), e Rodrigo e Leonardo Almeida, dupla que realiza trabalhos espiritualistas baseados nas premissas do candomblé, de São Paulo (SP).

Alto Astral