PUBLICIDADE

Topo

Moda

Birkenstock dos anos 70 supera grifes e é peça mais desejada do momento

O modelo Arizona, da Birkenstock, que virou objeto de desejo entre consumidoras euorpeias - Reprodução/Instagram
O modelo Arizona, da Birkenstock, que virou objeto de desejo entre consumidoras euorpeias Imagem: Reprodução/Instagram

Aline Fava

Colaboração para Universa

12/08/2020 04h00

Entre bolsas de grife e tendências como a "muscle tee", quem levou a melhor e garantiu a medalha de ouro na lista dos 10 produtos mais desejados pelas mulheres de acordo com o Lyst, foi a sandália Arizona, da marca alemã Birkenstock. Em seu novo relatório, a plataforma global de pesquisa de moda analisou mais de 6 milhões de itens por volume de menções nas redes sociais, pesquisas, visualizações de páginas, interações e vendas em milhares de lojas online, sobretudo europeias, entre abril e junho deste ano.

Listamos aqui 5 pontos para entender porque o modelo Arizona, criado em 1973, é um item de moda tão atual:

1 - Foco no conforto

Moletom, leggings, loungewear, pijamas... o conforto já estava flertando com a moda havia algum tempo. Mas o que antes era uma tendência, acabou virando um novo modo de se vestir com a pandemia que invadiu 2020 e levou o mundo ao isolamento social. Os sapatos fechados passaram a não fazer mais sentido no dia a dia da quarentena e muita gente foi atrás de alternativas aconchegantes para os pés. Além de ser um ícone de design (o modelo Arizona ficou tão famoso que também é chamado de Birken), a sandália tem conforto de sobra.

Isto porque os calçados da marca têm palmilhas de formato anatômico, que possuem espaço e suporte para os dedos, estimulando a circulação sanguínea e arcos que contornam a sola dos pés, proporcionando a distribuição do peso e postura adequada.

Não é à toa que ele é um dos sapatos escolhidos por muitos viajantes para rodar o mundo (quando o turismo estava liberado globalmente), como mostra a #birkenstocktravel, mas ele também é perfeito para ser usado com meias no conforto do lar - a marca, inclusive, tem opções de meia para vender.

2 - Genderless

Navegando pelo Instagram da Birkenstock, você pode perceber que a Arizona é uma sandália sem gênero e está nos pés de mulheres e homens. Além disso também não rola um limite de idade, sendo usadas por crianças, adolescentes, adultos e idosos - todo mundo usa e essa é uma característica marcante do modelo.

Chris Morton, CEO do Lyst, destaca que, passado o choque inicial da pandemia, a confiança dos consumidores está começando a voltar e as pessoas estão procurando por marcas com uma identidade clara e propósito.

3 - Papetes, o retorno!

Uma das grandes tendências do verão passado foi a volta das confortáveis dad sandals. Bombadas nos anos 90, as "sandálias do papai" marcaram presença até nas grifes de luxo, como Chanel e Gucci e se multiplicaram pelos looks urbanos no street style.

4 - Clientes satisfeitas (e famosas!)

Julia Roberts, Mary-Kate e Ashley Olsen, Katie Holmes: a lista de famosas que já foram fotografadas usando a sandália, que é vendida em mais de 100 países em todos os continentes, é extensa - e não para de crescer. Kendall Jenner e Gigi Hadid estão entre as fashionistas que a usaram recentemente. Na quarentena, a versão com pelinhos foi a escolhida da atriz Reese Whitherspoon.

5- Collabs com grifes e estilistas

Sem alterar o formato clássico das sandálias, mas ainda assim incorporando a personalidade dos estilistas e marcas parceiras, as colaborações viram peças de desejo entre as fashionistas. Entre as mais recentes, estão modelos assinados pelo estilista americano Rick Owens e pela grife italiana Valentino. A ação também ajuda a manter a marca em alta, ampliando a oferta de modelos e aumentando o desejo sobre o estilo.

Em 2019, o modelo Arizona chegou ao cobiçado red carpet do Oscar, nos pés da atriz Frances Mcdormand, que substituiu o salto alto pelo conforto da rasteira e escolheu uma versão amarela neon para completar seu look Valentino.

Confira opções de compra do modelo Arizona, lembrando que seu valor pode variar de acordo com o material e a coleção. No Brasil, uma Birkenstock custa a partir de R$ 209 (neon) e chega a R$ 859,90, dependendo do modelo.

Birkenstock em 6 modelos

Moda