PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

Gwyneth Paltrow analisa a separação: 'Não queríamos perder nossa família'

Gwyneth Paltrow anunciou a separação em 2016 - Reprodução/Netflix
Gwyneth Paltrow anunciou a separação em 2016 Imagem: Reprodução/Netflix

De Universa, em São Paulo

06/08/2020 11h29

A atriz Gwyneth Paltrow abriu o jogo sobre a separação do cantor Chris Martin, em 2016. "Não queríamos decepcionar ninguém. Desesperadamente, não queríamos machucar nossos filhos. Não queríamos perder nossa família", contou a atriz em um artigo escrito em primeira pessoa para a Vogue britânica.

Gwyneth descobriu o fim do casamento em 2011 e lutou para ignorar esse fato. "Mas um dia, apesar de todos os nossos esforços, descobri que não estava numa bifurcação na estrada. Eu estava bem no caminho. Quase sem perceber, havíamos divergido. Nós nunca nos encontraríamos juntos dessa maneira novamente", relatou a atriz.

Ela também explicou a decisão de ter optado pelo conceito, até então desconhecido, de "desacoplamento consciente", dizendo que ela e Martin sempre foram amigos.

"Você amou seu ex uma vez e provavelmente ainda o ama, então mantenha essas grandes qualidades deles perto de seu coração. O que me leva ao ponto final e potencialmente mais radical: não há problema em ficar apaixonado pelas partes de seu ex pelas quais você sempre esteve apaixonado", afirmou.

Segundo a atriz, entre a decisão de fazer o divórcio consciente e anunciar a decisão publicamente, ela e Martin passaram um ano tentando fazer a separação pacífica acontecer na prática.

Ela tem clareza das diferenças entre o casamento atual, com o roteirista Brad Falchuk, e o anterior. "Eu sei que meu ex-marido era para ser o pai dos meus filhos, e sei que meu marido atual deve ser a pessoa com quem envelheço".

Relacionamentos