PUBLICIDADE

Topo

Universa

Eva Green diz que odeia usar salto alto: 'Parece anti-feminista'

Eva Green na pré-estreia de "Sin City" - Mark Ralston/AFP
Eva Green na pré-estreia de "Sin City" Imagem: Mark Ralston/AFP

De Universa, em São Paulo

14/05/2020 09h08

Uma das atrizes mais glamourosas de Hollywood, Eva Green confessou que não se sente confortável em um tapete vermelho. Em conversa com a revista Town & Country, a estrela de "Penny Dreadful" e "007 - Cassino Royale" fez objeção especialmente aos sapatos de salto alto.

"Minha mãe diria que eu preciso ser mais vaidosa, aprender como arrumar meu cabelo, me esforçar mais. Que eu preciso usar roupas mais coloridas, ser mais feminina, mas eu amo meu conforto. Salto alto me parece anti-feminista, eu me sinto como um pássaro usando pernas de pau", brincou.

Envelhecimento

Eva, que completa 40 anos no próximo dia 6 de julho, ainda falou sobre o medo do envelhecimento. "Muitas mulheres dizem: 'Eu me encontrei, me sinto muito melhor do que me sentia aos 20 anos'. Mas eu ainda quero ser desejada — acho que nenhuma mulher quer envelhecer", contou.

"Eu já tive que ouvir algumas vezes que era velha demais para certos papéis. Não quero ser mentirosa e dizer que envelhecer e ótimo. As pessoas dizem: 'Eu amo as minhas rugas, são minha beleza interior'. Não!", opinou ainda.

A atriz, no entanto, não pensa em recorrer a cirurgia plástica. "Eu vi uma mulher outro dia que fez muitas, e ela parecia um alienígena. Eu acho que pode se tornar um vício", refletiu.

Família e vida no campo

Eva admitiu que um dia pretende se mudar para uma fazenda, de preferência na Irlanda, e deixar a vida sob os holofotes para trás. "Eu já estou procurando. Estou fazendo cursos de agricultura na internet — quero aprender sobre técnicas ecológicas. Esse tipo de coisa deveria ser ensinada na escola", disse.

Introvertida e solitária, como ela mesma define, a atriz nunca pensou em formar uma família. "Por enquanto, não quero isso — mas o que será, será. A parte difícil é o julgamento das pessoas, na verdade", comentou.

Universa