PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Kim Kardashian ouviu do médico que sofreu aborto durante gravidez de North

Kim Kardashian e a filha North West - Reprodução/Instagram
Kim Kardashian e a filha North West Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

12/02/2020 12h48

Kim Kardashian relembrou um momento de tensão que sofreu enquanto estava grávida da sua primeira filha, North, entre 2012 e 2013. Na época, a socialite ouviu dos médicos que teria sofrido um aborto.

Em conversa com a advogada Laura Wasser no podcast All Fair, Kim disse que, pouco antes de engravidar da primogênita, estava fazendo um tratamento em uma clínica de fertilidade e sua contagem de óvulos era muito baixa, o que a fez temer por não ter a oportunidade de poder dar à luz.

"Eu planejava congelar meus óvulos, porque os médicos disseram para eu fazer isso", disse. "Mas o que eu aprendi foi que é um grande erro você fazer um exame de contagem de óvulos enquanto está tomando pílula."

Dando a entender que ficou grávida logo no mês seguinte, Kim relembrou um episódio em que sangrou e sofreu muita dor. Com isso, os médicos a informaram que ela teria sofrido um aborto, pois "não havia batimento cardíaco".

"Era um território totalmente novo para mim e eu estava assustada. E, literalmente, eu achei que tinha tido um aborto, porque eu estava sangrando e sentindo muita dor", acrescentou. "Nós acabamos tendo North e eu tive uma gravidez muito ruim. Tive pré-eclampsia, dei à luz seis semanas mais cedo, ela tinha menos de dois quilos e eu também tive algo chamado placenta acreta, que é quando ela cresce dentro de útero. É algo que mata muitas pessoas no parto".

Mães e filhos