Topo

Lizzo critica quem usa movimento de aceitação corporal para vender produtos

Lizzo no BET Awards 2019 - Reuters
Lizzo no BET Awards 2019 Imagem: Reuters

De Universa, em São Paulo

08/11/2019 10h12

Lizzo não quer te vender nada — a não ser as músicas dela, é claro. A cantora, que se tornou um dos nomes mais notáveis do pop este ano com hits como Juice e Truth Hurts, conversou com a Vogue sobre a sua atitude em relação ao movimento de aceitação corporal, do qual se tornou símbolo.

"Para mim, qualquer pessoa que usa o movimento de positividade corporal para vender produtos está pensando apenas no ganho pessoal. É isso. Nós [as pessoas que iniciaram o movimento] não estávamos vendendo nada", comentou.

"Estávamos apenas vendendo a nós mesmas, e vendendo para nós mesmas a ideia de que éramos válidas, sabe? Agora, eu não estou tentando me vender mais. Eu estou tentando vender você, para você mesmo comprar", definiu.

A cantora também contou que, durante a infância e adolescência, não via mulheres como ela na mídia. "Eu assistia à televisão, olhava para as revistas, e não me via. Quando você não se vê, começa a achar que há algo errado com você", disse Lizzo.

"Então, você tenta parecer com o que você está vendo, e percebe que é impossível. Você começa a pensar: 'Que p*rra tem de errado comigo?'. Eu acho que crescer nesta situação teve um impacto psicológico enorme em mim", completou.

Autoestima