Topo

Carreira e finanças

Diferença salarial entre gêneros é maior para mulheres aos 50, diz estudo

Elas recebem 28% a menos do que eles entre os 50 e os 59 anos - iStock
Elas recebem 28% a menos do que eles entre os 50 e os 59 anos Imagem: iStock

02/11/2019 13h06

A diferença salarial entre os gêneros é maior para as mulheres entre 50 e 59 anos, segundo uma análise feita pelo Office for National Statistics (Escritório de Análises Nacionais), da Inglaterra. Ainda de acordo com o levantamento, nessa faixa etária, as mulheres chegam a receber 28% a menos do que os homens.

Segundo a pesquisa, isso se dá por causa do duplo preconceito que elas sofrem: de gênero e de idade. Em média, tanto homens quanto mulheres atingem o pico salarial da carreira aos 40 anos. Ainda assim, elas continuam atrás: ganham 25% a menos do que eles.

Mas os dados mostram que não se trata de um aumento linear conforme o avanço da idade. Entre os 18 e os 21 anos, a diferença é de 18%, e cai para 13% aos 20; volta a subir para 16% aos 30 e, então, vem o salto para 25% aos 40. Aos 60, o índice cai um pouco e chega a 27.6%, número que se estende até a aposentadoria.

No Brasil, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados em março deste ano, a diferença salarial entre os sexos é, em média, de 20,5%.

Carreira e finanças