Topo

Kim Kardashian escreve sobre psoríase e autoestima: "Doloroso e assustador"

Reprodução/Poosh
Imagem: Reprodução/Poosh

De Universa

19/09/2019 16h42

Não faz muito tempo que Kim Kardashian abriu o jogo sobre a psoríase. Agora, mais do que nunca, a empresária é uma porta-voz do assunto.

Em um texto publicado em primeira pessoa para o site Poosh, a socialite descreveu como foi a descoberta e exibiu fotos nunca vistas sobre o efeito da doença autoimune no seu corpo.

"Faz 13 anos desde que vivi meu primeiro surto de psoríase. Minha jornada foi muito diferente da minha mãe, mas também vejo muitas semelhanças. Ela tinha no couro cabeludo e em todo o corpo, e eu via o efeito da doença o tempo todo e lembro que ela foi ao salão de bronzeamento para tentar aliviá-lo. Obter raios UV diretamente nos pontos realmente ajudou minha mãe. Para mim, no entanto, esse remédio queimaria as áreas e as causava coceira, então sempre me senti impotente. Eu sou o único filho para que minha mãe passou seu problema autoimune. Sorte minha", ironizou.

Reprodução/Poosh
Imagem: Reprodução/Poosh

Kim descreveu um dos episódios, quando tinha 25 anos: "Tive um resfriado comum e, como a psoríase é uma condição autoimune, isso a desencadeou. Estava por toda a minha barriga e pernas. Felizmente, no meu complexo de apartamentos na época, meu vizinho era dermatologista. Eu mostrei a ele, e ele disse para entrar no consultório, onde me daria uma dose de cortisona e esperasse que desaparecesse (já que foi meu primeiro grande surto). Eu fiz isso e minha psoríase desapareceu completamente por cerca de cinco anos", acrescentou.

A socialite diz que durante suas gravidezes a doença não surtiu efeito, o que ela considerou "incrível". Mas depois que deu à luz, as marcas voltavam a aparecer.

Reprodução/Poosh
Imagem: Reprodução/Poosh

"Eu descobri ter artrite psoriática. É doloroso e assustador, mas fiquei feliz por ter um diagnóstico. Independentemente da condição autoimune que eu tivesse, eu iria passar por isso, e todos eles são administráveis

Por fim, ela deixa um conselho para outras pessoas na mesma situação: "Se você tem psoríase, não pode deixá-la arruinar sua vida ou tirar o melhor de você. Você deve fazer o que puder para ter certeza de que está confortável, mas não deixe a doença assumir o controle. Eu vivo uma vida saudável e tento comer a maior quantia de vegetal possível, além de tomar sucos de musgo do mar. Com todo o estresse da vida, tento garantir um tempo para mim mesma, para que eu esteja centralizado e mantenha meu estresse no mínimo".

Autoestima