Topo

Relacionamentos


Relacionamentos

Romance de firma: apenas 1 em 10 casais se conheceu no trabalho, diz estudo

Medo de acusação de assédio tem brecado a formação de casais em local de trabalho - Getty Images
Medo de acusação de assédio tem brecado a formação de casais em local de trabalho Imagem: Getty Images

De Universa

21/07/2019 11h10

Dividir a baia da firma com o amor da sua vida era uma possibilidade real até alguns anos atrás. Um estudo feito pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, dá conta que os romances de escritório estão deixando de acontecer, uma vez que aplicativos e sites de relacionamento se tornaram mais populares. Segundo a pesquisa, em 2017, apenas um em cada dez casais se conheceram no trabalho.

O levantamento revela que por volta de 40% dos casais heterossexuais que estão juntos se conheceram pela internet. Em relação a casais homoafetivos, a taxa é ainda maior: 65% deles se conheceram usando o método.

O aumento na taxa das pessoas que usam esse método para se relacionar causou a diminuição das pessoas que conhecem seus pares pelos amigos em comum: em 2009, 33% dos casais haviam se formado assim, enquanto, em 2017, apenas 20% foram apresentados pelos colegas aos companheiros. Até então, os amigos eram a forma mais comum de se conhecer um interesse romântico desde a Segunda Guerra Mundial.

Medo de acusação de assédio

O pesquisador Steve McKay, da Universidade de Lincoln, na Nova Zelândia, disse que a queda na taxa de encontros no trabalho se deve ao medo de acusações de assédio sexual. "Ficar muito próximo de alguém do seu local de trabalho está sendo visto como algo mais assustador, mesmo que antigamente fosse algo completamente normal", falou em entrevista ao jornal "Times".

Ele atribui a mudança de visão às políticas anti-assédio que são adotadas nas empresas e o medo de que uma abordagem seja mal-interpretada, enquanto, na internet, as pessoas tendem a não temer as consequências de seu comportamento e se sentem menos inibidas. "Os relacionamentos que nasceram em aplicativos costumam ser mais estáveis porque você costuma dar match com alguém que escolheu e que é mais parecido com você. Opostos se atraem, mas eles não costumam ficar juntos", falou o especialista.