Topo

Relacionamentos


Relacionamentos

O casal de amigos se separou? Como agir?

É possível continuar com a amizade depois que um casal se separa - Getty Images
É possível continuar com a amizade depois que um casal se separa Imagem: Getty Images

Silvia Regina

Colaboração para Universa

17/07/2019 04h00

Vocês andavam juntos, se divertiam demais, pertenciam ao mesmo grupo no WhatsApp e se seguiam nas redes sociais. É comum vários casais se aproximarem e se tornarem amigos. Mas tudo parece virar do avesso quando uma das duplas resolve se separar.

"A sensação é de luto, pois envolve vínculo e afeto. E fica pior quando o amigo vira uma espécie de bem na divisão do que pertencia a um e a outro", explica a psicanalista Cristiane Maluf Martin, especialista em terapia de casais.

Mas, nessa disputa e em meio a tantas emoções, o que fazer? Manter a amizade com os dois separadamente ou se afastar? Os especialistas apostam na continuação da amizade, mas, para isso, tem que existir muito respeito e maturidade. No início, claro que a situação tende a ser complexa. Mas ela pode ir melhorando com o tempo.

Para não cair em armadilhas, veja o que você pode fazer e comportamentos que não deve ter:

- Discutir a relação via WhatsApp
Tanto o homem quanto a mulher estão no mesmo grupo de troca de mensagens e começam a usar o espaço para discutir a relação, esperando que os demais integrantes opinem. Pura cilada. "O ideal é que o casal, ou um dos dois, saia do grupo. Mas se isso não acontecer e se sentir que está sendo exposto a uma situação que o incomode, melhor o amigo sair", orienta a psicóloga Marina Vasconcellos, terapeuta familiar e de casal pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

- Postar fotos nas redes sociais
Antes de postar uma foto com o novo solteiro ou solteira na balada ou em qualquer outra situação, pergunte-se: "Eu preciso mesmo postar isso?". "Não é esconder, é apenas manter a discrição. Lembre-se de que uma foto pode magoar uma das partes", diz Cristiane Maluf Martin. Portanto, é importante saber equilibrar a situação para não machucar ninguém.

- Escolher um lado
Ficar do lado dele ou do lado dela? O que fazer? Você não precisa decidir de que lado ficar. Se é amigo dos dois, pode continuar mantendo ambas as relações.

- Ouvir a história de cada um
Sim, você pode e deve ouvir o que ambos têm a dizer, afinal esse é o papel de um amigo. Mas guarde as conclusões para você mesmo. "O amigo não deve julgar quem está certo ou errado", conta a psicóloga Marina Vasconcellos. E nunca, jamais, vá contar ao outro o que ouviu.

- Convidar ambos para sair
Se o hábito existia antes, por que parar agora? O convite para encontros pode continuar existindo, mas a cautela precisa ser maior. Procure não convidar os dois para a mesma balada ou o mesmo restaurante. Se for sua festa de aniversário ou um jantar na sua casa e pretende convidar os dois, deixe claro para ambos essa sua vontade. Aí, cada um decide se quer ir ou não, de acordo com o que achar melhor.

- Tentar reaproximar o casal
Não tente dar uma de cupido. "Se tentar reaproximar o casal estará se metendo em algo que não lhe diz respeito. Como amigo, você deve dar uma palavra de força, ter bom senso, ouvir, questionar, permitir que o outro desabafe, mas apenas com o objetivo de melhorar o clima que se formou", explica Marina Vasconcellos.

- Chamar para uma conversa sincera
Se achar que uma das partes está ficando chateada com a sua amizade pelo outro lado, vale a pena ter uma conversa sincera. Chame o amigo, exponha seu ponto de vista e mostre que quer se manter próximo dos dois. Deixar cacos na relação pode afastá-los e, com o tempo e a falta de vínculos, a amizade tende a acabar.

- Evitar a nova namorada ou o novo namorado
O amigo que se separou não vai ficar sozinho para sempre. Então, é normal que, em algum momento, ele apareça com um novo amor. Receba a pessoa e a acolha. Quem sabe pode começar ali uma nova amizade? "As comparações serão inevitáveis, mas guarde-as para você", alerta Marina Vasconcellos.