Topo

Violência contra a mulher


Estudante cria pulseira que acende para avisar sobre assédio na balada

Divulgação
Imagem: Divulgação

Da Universa

28/05/2019 10h46

Um simples toque em uma discreta pulseira pode ser a saída para situações de assédio e mais riscos em uma noite com amigos. Beatriz Carvalho, estudante da Edinburgh Napier, na Escócia, desenvolveu um protótipo que promete ajudar vítimas em tempo real.

A pulseira funciona da seguinte maneira: ligada a um app, com um toque, ela envia mensagens de alerta para avisá-los de situações desconfortáveis ou mais graves. Com dois toques, a pulseira se acende antes de alertar a equipe do bar ou balada da situação, para que possam intervir.

Divulgação
Imagem: Divulgação
Batizado de Lux, o acessório foi criado para "incentivar mudanças contra esse tipo de comportamento tão comum em lugares de diversão", diz a estudante de 21 anos.

"É preventivo, mas também educativo. É importante que pessoas que assediem ou passem da linha aprendam a não fazer esse tipo de coisa de novo", diz. "Também é um projeto pessoal", conta a jovem, que afirma ter passado por diversas situações de assédio.