PUBLICIDADE

Topo

Carreira e finanças

Trabalho doméstico e cuidado de pessoas ainda é coisa de mulher no Brasil

Getty Images
Imagem: Getty Images

Natacha Cortêz

Do UOL, em São Paulo

07/12/2017 10h00

Dados divulgados nesta quinta-feira (7) pelo IBGE mostram que os afazeres domésticos ainda são, em sua maioria, realizados pelas mulheres. Em 2016, enquanto 89,8% das mulheres foram responsáveis por, por exemplo, cuidar da casa, preparar alimentos e cuidar de animais, 71,9% dos homens fizeram o mesmo.

Importante ressaltar que entre os “afazeres domésticos” considerados pela Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) estão ações que vão desde preparar ou servir alimentos e arrumar a mesa e a casa até fazer a manutenção do domicílio e do automóvel ou pagar contas e contratar serviços.

Ainda dentro da categoria “afazeres domésticos” existe alguma desigualdade entre mulheres brancas, pretas e pardas.

Em 2016, foi registrado que 89,1% das mulheres brancas realizaram tarefas domésticas, enquanto 90,9% das mulheres pretas e 90,3% das pardas o fizeram no mesmo período.

O levantamento ainda investigou outra forma de trabalho, o cuidado de pessoas. De acordo com a Pnad Contínua, do total de 166,7 milhões de pessoas em idade de trabalhar no ano passado, 26,9% realizaram cuidados de moradores do domicílio ou de parentes não moradores, o que corresponde a 44,9 milhões de pessoas. Dessas, novamente há uma discrepância entre gêneros. Ao passo que 32,4% das mulheres realizaram esse tipo de cuidado, entre os homens essa proporção foi de 21,0%.

Veja também

Em relação ao trabalho que envolve cuidar de pessoas, foram consideradas as seguintes tarefas: auxiliar nos cuidados pessoais (alimentar, vestir, pentear, dar remédio, dar banho, colocar para dormir); auxiliar nas atividades educacionais; ler, jogar ou brincar; monitorar ou fazer companhia dentro do domicílio; transportar ou acompanhar para escola, médico, exames, parque, praça, atividades sociais, culturais, esportivas ou religiosas.

Se analisadas as duas formas de trabalho – afazeres domésticos e cuidados de pessoas, que costumam ser realizadas concomitantemente – o resultado fica: 90,6% das mulheres e 74,1% dos homens. A Região Sul do país apresentou o maior percentual de pessoas que executaram tais atividades, tanto entre os homens quanto entre as mulheres (81,5% e 93,1%, respectivamente)

Carreira e finanças