PUBLICIDADE

Topo

Universa

Cachorrinha mutilada que escapou de matador ganha cirurgia e uma família

Do UOL, em São Paulo

17/01/2017 17h59

Imagine um cachorro que perdeu o focinho por conta de um ser humano, mas que, mesmo assim, permaneceu com um comportamento amoroso e confiante nas pessoas. Essa é a história da cachorrinha tailandesa Teresa, que até o final de janeiro será levada para os Estados Unidos para tratamento médico e, assim que possível, estará ao lado de sua nova família.

Filhotinha chega nos Estados Unidos no final de janeiro - Reprodução - Reprodução
Filhotinha chega nos Estados Unidos no final de janeiro
Imagem: Reprodução
Tudo começou quando a filhotinha de dois anos perdeu o focinho em dezembro passado, ao ser atacada por um homem que queria utilizar sua carne para refeição. Na Tailândia, isso é permitido. A pessoa que capturou Teresa tentou cortar sua cabeça fora, mas ela escapou e acabaram cortando seu focinho, em vez disso. Felizmente, ela foi salva por Khunkitt Mhanakorn e alimentada delicadamente por Oranuch Ceeview, mostrando que nem todos os humanos querem fazer mal.

As norte-americanas Michelle Weirich e Karen Quigley, esta última conhecida por ser mãe do antigo cão mais feio do mundo, Elwood, entraram na história para garantir que Teresa teria uma vida melhor no exterior. Elas são defensoras da causa animal no país.

Karen Quigley é a "mãe" do antigo cão mais feio do mundo, Elwood - Reprodução - Reprodução
Karen Quigley é a "mãe" do antigo cão mais feio do mundo, Elwood
Imagem: Reprodução

 "Michelle fez algumas ótimas conexões com um grupo de resgate de cachorros, quando visitou um santuário de elefantes na Tailândia ", disse Karen ao site NJ.com. "Eles perguntaram se ela levaria o animal, pois não teriam meios por cuidarem de tantos cães, e foi o que minha amiga fez".

Só que a cachorrinha precisaria de um tratamento muito maior do que Michelle poderia oferecer. Por isso, ela contatou Karen para ver se ela poderia ajudar novamente. "Vocês conhecem meu Elwood ... quando vi Teresa só pensei que ela era o cão mais bonito e que tínhamos que ajudá-la", diz Michelle.

Enquanto cuidavam dos arranjos de Teresa, ambas procuraram um cirurgião veterinário especializado em cuidados orais para entender no que uma possível cirurgia reconstrutiva implicará. Isso porque, além do buraco em seu rosto, Teresa tem nervos expostos, dentes quebrados e um trauma na língua. "Apesar de ser um cão lindo do jeito que é, se for necessário faremos uma reconstrução de sua face para a melhora da qualidade de vida", explicou Karen.

Visando ajudar Teresa, uma campanha de GoFundMe foi lançada para levantar os fundos necessários para levar a cachorrinha aos Estados Unidos e iniciar os cuidados médicos assim que possível. "Queremos que ela tenha uma vida longa, de qualidade e sem problemas para respirar. Depois, saberemos melhor o que mais ela precisa. Se for a reconstrução, faremos um segundo GoFundMe."

A chegada do filhote está programada para a manhã do dia 28 de janeiro, no Aeroporto Internacional JFK, em Nova York (EUA). "Estamos tão animadas para conhecê-la. O pessoal na Tailândia me envia fotos atualizadas dela comendo e abanando o rabo e isso é uma coisa maravilhosa", disse Karen. "Ela é uma menina feliz e que não sabe que há algo errado ou diferente em si mesma."

Universa