PUBLICIDADE

Topo

Universa

Madonna se surpreende com repercussão da adoção do bebê malauiano

19/10/2006 17h39

LOS ANGELES, 19 out (AFP) - A diva pop Madonna admitiu à edição de sexta-feira da revista People sua surpresa com a discussão em torno da adoção de um bebê malauiano.

"Sempre espero que me façam passar um mau bocado por muitas das coisas que faço", afirmou. "Sei que algumas são muito provocadoras e me preparo, mas não esperava que a mídia, o governo ou as organizações dos direitos humanos se opusessem a minha tentativa de salvar a vida de uma criança", disse a cantora americana.

Madonna e seu marido, o cineasta britânico Guy Ritchie, receberam uma autorização provisória de adoção de uma corte do Malauí, que lhes garante a custódia de David Wanda, de 13 meses, durante um ano e meio.

Mas o Comitê Consultivo de Direitos Humanos, que reúne 67 organizações malauianas, recorreu à Justiça na segunda-feira para questionar a decisão.

A cantora, de 48 anos, mãe de dois filhos biológicos, insiste em que o processo de adoção é legal, afirmando que já dura vários meses e que agiu "conforme a lei, como qualquer um que adota uma criança".

David é órfão de mãe e foi dado para adoção por seu pai, que rebateu as críticas a Madonna, perguntando: "onde estavam estas pessoas quando David estava lutando no orfanato? Aqueles que se fazem chamar de grupos dos direitos humanos devem deixar meu bebê em paz".

Universa