PUBLICIDADE

Topo

Moda

Raia de Goeye fica menos "sexy cool" e mais experimental em coleção de verão

O estilo sexy cool da Raia de Goeye aparece renovado com peças de metal - Alexandre Schneider/UOL
O estilo sexy cool da Raia de Goeye aparece renovado com peças de metal
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>UOL Estilo

17/07/2006 15h47

Vestidos soltos, fluidos, saias curtinhas e bem abertas, longe do corpo, vestidos escandalosamente curtos e ao mesmo tempo superamplos, garantindo o "sexy cool" que virou marca registrada da Raia de Goye, que sempre imprimiu a suas mulheres muita sensualidade sem vulgaridade. Isto também foi visto na coleção de verão da grife, mas em menor quantidade.



Para o verão 2007, apresentado nesta segunda, penúltimo dia do evento, a dupla de estilistas Paula Raia e Fernanda de Goeye (agora também com a participação de Renata de Goeye na criação) apostou em experimentações tanto na mistura de tecidos mais suaves e materiais mais pesados como matelassê e couro e também detalhes em metal como na construção de formas, decotes e recortes. A idéia, segundo as estilistas, era contrapor a rigidez da disciplina e perseverança do dia-a-dia da mulher contemporânea com a delicadeza de sua sensibilidade.



Na passarela, muita mistura de formas esportivas nas modelagens mais amplas de vestidos (que oscilaram entre longos e supercurtos), que ganhavam decote estilo nadador ou alças diferentes nas costas. Outra experimentação foi a interessante modelagem estilo jardineira na frente, que virava um decote totalmente diferente atrás.



Detalhes de grandes ilhoses e espécies de canudos de metal franziam os tecidos, muitos deles em malha. Recortes vazados mostravam a pele na altura do quadril em vestidos soltos e embabadados. Os babados apareceram bastante também.



Essa mescla de recortes, formas e materiais às vezes resultava em peças que ficavam no meio do caminho entre o sexy despojado característico da marca e o contemporâneo bem urbano mais experimental.



A cartela de cores começava com o verde bandeira num tom levemente acinzentado, num vestido longo e amplo de cetim com as costas com decote recortado no primeiro look do desfile. Depois, mistura de verde e branco e verde e cru, seguido do verde musgo, do carbono, do azul mais forte num tom meio acinzentado, e finalmente do cinza chumbo. No final, um rosa mais aberto, quase alaranjado, um bonito amarelo forte (a melhor cor do desfile) e um amarronzado café com leite.

Moda