Topo

Marta é premiada pela luta por igualdade de gênero no esporte

REUTERS/Phil Noble
Imagem: REUTERS/Phil Noble

17/10/2019 13h30

A jogadora brasileira Marta, do Orlando Pride, recebeu em Nova York ontem um prêmio pela sua atuação na luta pela igualdade de gênero no esporte.

O prêmio Wilma Rudolph Courage Award foi concedido pela instituição Women's Sports Foundation e premiou Marta "por sua perseverança diante das adversidades, trabalho incansável para derrubar as barreiras de gênero no esporte, e pelo inspirador trabalho como Embaixadora da Boa Vontade da ONU para mulheres e meninas no esporte e como Defensora das Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU".

"Quero agradecer pela homenagem e parabenizar a Women's Sports Foundation pelo lindo trabalho que vem realizando. Esse prêmio fala muito por si. Coragem foi uma das palavras que eu tive de aprender muito cedo, desde o primeiro momento em que eu escolhi fazer um esporte que para muitos era um esporte masculino", afirmou Marta.

A camisa 10 da seleção brasileira também foi homenageada pela norte-americana Megan Rapinoe. A vencedora do The Best, da Fifa, ganhou o prêmio Atleta Feminina do Ano na categoria esporte coletivo.

"A inspiração que você deu a todas nós, ter a carreira que você teve, é tão encorajador, é uma inspiração. Obrigada, Marta, por ser a melhor da história", discursou Rapinoe. A instituição promove a igualdade de gênero no esporte e anualmente realiza uma noite de gala para homenagear as atletas que se destacaram no ano dentro e fora das competições.

Direitos da mulher