PUBLICIDADE

Topo

Mulheres inspiradoras

9 mulheres que fizeram 2019 valer no cinema e na televisão

De Universa

26/12/2019 04h02

2019 foi mais um ano marcado pela presença de mulheres à frente de grandes produções do cinema e da televisão. Foram atrizes que estrelaram dramas, filmes de super-herói, terror e comédia. Universa lista alguma delas. A lista é maior que isso. Para você, quem fez 2019 valer a pena na televisão e cinema?

As mulheres que fizeram 2019 valer no cinema

  • Meryl Streep

    "Big Little Lies": a 2ª temporada da série da HBO explora o tema maternidade. Para isso, Meryl Streep foi escalada para fazer o o papel de sogra de Celeste Wright após a morte do filho. Streep faz uma mãe passivo-agressiva que tenta a guarda do neto no tribunal. Ao mesmo tempo, lida com o fardo de ter criado um filho violento e abusdor.

  • Regina King

    "Watchmen": King foi chamada para interpretar Sister Night, uma heroína que faz parte das forças policiais em uma cidade no passado segregado nos Estados Unidos. A missão? Impedir um plano mirabolante de supremacistas brancos em acabar com a sociedade.

  • Zendaya

    "Euphoria": a série da HBO é estrelada por Rue, uma adolescente interpretada por Zendaya que tem problemas com drogas e vai para a reabilitação. A série aborda temas como gordofobia, vício, revenge porn e tem um elenco diverso. A emissora confirmou lançamento da 2º temporada para 2020.

  • Kristen Stewart, Naomi Scott, Ella Balinska

    "As Panteras": apesar do sucesso aquém da crítica, a nova versão de "As Panteras" manteve o casting diverso e com pitadas de humor usado por três agentes secretas para cumprir missões de um misterioso Charlie.

  • Fernanda Montenegro

    "A vida insivível": chamada de 'sórdida' pelo atual secretário da cultura de Bolsonaro, Montenegro atuou em "A vida invisível". O filme foi cotado ao Oscar, mas ficou de fora. A trama conta a história de mulheres que tentam vencem uma sociedade patriarcal dos anos 40 no Rio de Janeiro.

  • Daisy Ridley

    "Star Wars: A ascensão Skywalker": Ridley é a protagonista da série de blockbusters ambientado em um galáxia muito, muito distante. No longa, ela continua a jornada para se tornar uma jedi e acabar com as forças imperiais. Coincidentemente, é o segundo filme neste ano em que Adram Driver, que interpreta Kylo Ren, batalha de alguma forma com outra mulher em um longametragem.

  • Lupita Nyong'o

    "Nós": Em março, Nyong'o foi a estrela do filme de terror dirigido por Jordan Peele. Mãe de uma família, ela encontra uma outra igual que a persegue. A missão é fugir por um Estados Unidos à beira do colapso.

  • Scarlett Johansson

    "História de um casamento": prepare o lenço. Scarlett Johansson interpreta Nicole no filme que narra a história de um casal que decide se separar. Nicole e Charlie começam a trama em modo passivo-agressivo e terminam no tribunal. Veiculado pela Netflix, o filme foi indicado ao prêmio Globo de Ouro.

  • Brie Larson

    "Capitã Marvel": Brie foi a primeira protagonista de um filme estrelado por uma mulher do Universo Marvel nos cinemas. A heroína interpreta uma militar que sofre um acidente e descobre poderes especiais. Além do filme próprio, a Capitã Marvel é essencial para a batalha contra o vilão Thanos em "Vingadores: Ultimato", lançado em abril. A personagem se tornou referência em representatividade.

  • Reprodução

    Phoebe Waller-Bridge

    "Fleabag": A britânica Phoebe Waller-Bridge recebeu um Emmy pela primeira tempora de "Fleabag", escrita e protagonizada por ela. Em 2019, a segunda temporada voltou à protagonista cuja amiga tem um final trágico. Para amenizar as dores do processo, ela usa do sexo e da piada.

Mulheres inspiradoras