PUBLICIDADE

Topo

Nina Lemos

Marcela, do BBB, médica, faz festa sem máscara. Influencers não aprenderam?

Aglomerados e sem máscaras: Marcela Mc Gowan comemorou o seu aniversário de 32 anos nesta quarta-feira (25) ao lado de familiares, amigos e ex-BBBs
Imagem: Aglomerados e sem máscaras: Marcela Mc Gowan comemorou o seu aniversário de 32 anos nesta quarta-feira (25) ao lado de familiares, amigos e ex-BBBs
Nina Lemos

Nina Lemos é jornalista e escritora e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance "A Ditadura da Moda".

Colunista do UOL

27/11/2020 04h00

A segunda onda do Coronavírus é uma realidade no Brasil. Os relatos dos médicos no momento são assustadores. Muitos deles, na linha de frente, estão dobrando plantões, exaustos e mentalmente desgastados. São eles que nos dizem, meio desesperados: "é sério, fique em casa!".

No meu grupo de família, a prima médica avisa que pessoas mais velhas devem fazer lockdown radical. Eu estava pensando nisso, preocupada, e lendo relatos de médicas da linha de frente quando esbarrei no perfil do Instagram da Marcela McGowan, a médica que ficou famosa depois de participar do BBB 20.

Enquanto seus colegas de profissão estão preocupados com a segunda onda, a médica comemorou seus 32 anos com amigos, familiares e parceiros de BBB. As fotos estão no Instagram e em vários sites de celebridades. Em algumas, ela está de rosto colado com amigas.

Você não se lembra mais como é abraçar os amigos e sente falta disso? Eu também não. Mas a gente sabe que manter distância social é o recomendado pelos médicos. E Marcela, médica, fez tudo o que a gente sabe que não é recomendado. E ainda postou. Como pode?

"Ah, mas deixa as pessoas", "pare de ser chata", podem dizer alguns. Realmente, a figura do fiscal de quarentena é um porre. Mas trata-se de uma médica. E de uma médica influencer.

Influenciador, como o próprio nome diz, é alguém com capacidade de influenciar as pessoas. Logo, Marcela é uma médica que influencia os outros. Inclusive, muitas vezes de maneira muito positiva. Mas, nesse caso, imagina, por exemplo, se alguém está pensando em fazer uma festa de aniversário e está em dúvida se é ok ou não. Se olhar o Instagram da moça, pode pensar: "ah, mas até a Marcela fez e ela é médica, então não tem problema".

Existe um papel social embutido no número de seguidores. Ou deveria ter. A influência precisa ser responsável. Ainda mais em uma época de pandemia.

Mas o fato é que o mundo de influencers têm-se saído muito mal na pandemia do Coronavírus. O marco disso foi Gabriela Pugliesi, influencer de bem-estar que deu uma festa no início da pandemia e gravou um vídeo gritando: "f#da-se a vida!" Na primeira onda, houve também festa com direito a teste de covid na porta (quando eles eram raros). Muitos influenciadores perderam trabalhos por causa de tais comportamentos.

Agora, a gente pode até pensar que essas pessoas foram pegas de surpresas. Mas, bem, são oito meses de pandemia. Ainda não aprenderam?

Quanto a festas de todo tipo, um lembrete: na Alemanha, onde moro, pesquisas já mostraram que festas são um dos maiores focos de epidemia. Isso porque a gente relaxa e acaba não obedecendo a distância social. Além de estar em lugares fechados na maioria das vezes.

No momento, por aqui, só são permitidos encontros de no máximo cinco pessoas, e que pertençam a duas casas diferentes, no máximo. Essas são decisões tomadas por especialistas.

Todo cuidado é pouco. Vamos deixar para fazer festa ano que vem depois da vacina!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL