PUBLICIDADE

Topo

Ana Canosa

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Narcisista, maquiavélico ou psicopata: sexting pode revelar personalidade

Ana Canosa

Ana Canosa é psicóloga clínica, sexóloga, professora, escritora e comunicadora. Apresenta o podcast Sexoterapia, em Universa/UOL. Sendo há 28 anos testemunha das mais diferentes histórias afetivas, é categórica em afirmar que muitas vezes, só o amor não é suficiente. Fala de sexualidade desde que se entende por gente, unindo seus estudos acadêmicos com a experiência clínica e seu olhar de observação do mundo.

Colunista de Universa

22/06/2021 04h00

Receber um nude ou uma mensagem de texto mais picante faz parte do jogo sexual dos novos tempos, principalmente para as pessoas que têm perfis em redes sociais e apps de relacionamento.

Pensando nisso, um estudo recente, realizado com mais de 6.000 participantes com jovens de 13 a 30 anos investigou a relação entre as três modalidades de sexting e os traços de personalidade narcisismo, maquiavelismo e psicopatia.

Enquanto alguns indivíduos se adaptam ao ambiente social para interações pró-sociais, portanto, esforçando-se para serem agradáveis, conscienciosos e honestos, outros adotam abordagens mais orientadas para si mesmas, incluindo estratégias socialmente aversivas, conectadas a traços de personalidade mal adaptados.

O sexting é cada vez mais comum, o que não significa necessariamente que isso seja recebido com alegria. Receber mensagem assim sem consentimento é frequentemente sentido como violência, mesmo aqueles vídeos pornôs que as pessoas mandam no grupo de whatsapp dos amigos.

Como em tudo nessa vida há prós, contras e graduações, um sexting pode ser extremamente excitante para provocar o erotismo de um casal, explorar a sensualidade e a identidade. A essa modalidade chama-se sexting experimental e ele está relacionado com reforço de imagem corporal, aumento da autoestima, diversão, intimidade e paixão, sendo comum entre casais comprometidos e também entre crushs que estejam começando a estabelecer um jogo erótico. No entanto, há ainda duas formas que envolvem a prática.

O sexting é "de risco" quando envolve outros comportamentos como ingestão de álcool e drogas e envio de conteúdo para pessoas desconhecidas ou conhecidas apenas online, sem intimidade prévia. Depois está o sexting agravado, quando se compartilham imagens ou textos publicamente sem consentimento ou ainda que envolvam coerção ao destinatário ou sob pressão de parceiro(a) ou amigos. Essas duas últimas formas de sexting podem ter consequências negativas significativas para as vítimas, especialmente quando envolve intenção de prejudicá-las.

Os pesquisadores descobriram que as 3 modalidades de sexting tiveram associação positiva com os traços de personalidade da tríade, com algumas variações: o narcisismo tem menos associação a formas mais negativas de sexting, o maquiavelismo tem associação com as 3 e a psicopatia com pouquíssima associação à versão positiva do sexting (experimental)

O narcisismo é caracterizado por uma visão inflada de si mesmo; fantasias de controle, sucesso e admiração com um motivo impulsionador por trás do comportamento insensível de reforço do amor-próprio. Os narcisistas geralmente parecem populares, charmosos e queridos à primeira vista, mas assim que a interação afetiva se torna mais estreita, se tornam arrogantes, agressivos e, em geral, menos amáveis.

Indivíduos com alto narcisismo geralmente exibem mais comportamentos online voltados para a auto apresentação, tendem a usar imagens e palavras para se comunicarem sobre si mesmos com mais frequência e, principalmente, de maneiras positivas.

Espere receber nudes e conteúdo autopromocional deste grupo de pessoas. Já os maquiavélicos se caracterizam por colocarem a conveniência acima de todos os princípios, adotando táticas manipuladoras no trato com as outras pessoas para obterem o que desejam. Com frequência avaliam as pessoas como fracas, falíveis e manipuláveis e são exploradores por natureza.

O maquiavelismo está associado ao sexting não consensual, como parte de uma estratégia, o que torna as pessoas vulneráveis a chantagens, por exemplo e também ao sexting movido por pressão do grupo, na tentativa de manter a "popularidade". Crimes cibernéticos são comuns por aqui.

Já os traços de psicopatia conduzem a pessoa a agir instintivamente e sem se preocupar com sua reputação e há forte associação entre psicopatia e perpetração de comportamentos sexualmente desviantes, incluindo formas de assédio sexual online.

Pessoas com altos níveis de psicopatia são mais inclinadas a atitudes irrestritas em relação à promiscuidade e, especialmente, à falta de apego. Trocam mais entre estranhos, são mais impulsivas e têm menos medo.

O estudo trouxe ainda um dado importante: rapazes mais jovens têm mais propensão a se envolver em sexting "de risco" e "agravado" (o tipo não consensual e sob pressão), enquanto jovens mais velhos enviam mais nudes e também se envolvem em sexting de "risco".

Esse tipo de estudo é importante para que se adotem estratégias na conscientização, prevenção, e na punição das formas de sexting não consensuais e abusivas. A educação para novas tecnologias é, certamente, a disciplina da vez!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL