Topo

O cão que protege os dois últimos exemplares de espécie à beira da extinção

17/05/2019 11h35

No santuário de Ol Pejeta Conservancy, no Quênia, um guardião se mantém vigilante.

Trata-se de Drum, um springer spaniel inglês de dez meses.

Ele fareja armas na entrada do parque para proteger os dois últimos rinocerontes-brancos-do-norte na Terra.

Esses rinocerontes foram caçados por décadas. O motivo? Seus chifres, vendidos por até US$ 79 mil (R$ 320 mil) o quilo.

Espera-se que Drum possa evitar que outros animais tenham o mesmo destino.

Mais Ciência