PUBLICIDADE
Topo

Secretário dos EUA pede que Apple e outras empresas de tec ajudem autoridades

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin - Getty Images
O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin Imagem: Getty Images

Da Reuters, em Washington

15/01/2020 13h39

A Apple e outras empresas de tecnologia devem cooperar com os investigadores dos Estados Unidos, disse hoje o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, conforme agentes da lei investigam um assassinato em uma base naval norte-americana na Flórida, no mês passado.

Na terça-feira, o presidente Donald Trump atacou a Apple em um tuíte por se recusar a desbloquear iPhones em investigações criminais, enquanto a empresa se beneficia da ajuda do governo federal em questões comerciais.

O FBI está tentando desbloquear dois iPhones envolvidos no caso, relacionados ao assassinato de três norte-americanos por um oficial da Força Aérea Saudita na Estação Naval dos EUA em Pensacola, Flórida. O procurador-geral William Barr pediu nesta semana que a Apple ajude.

O pedido deles renovou a atenção para questões de privacidade na era digital, com a Apple e suas rivais argumentando que a forte criptografia protege os usuários, enquanto agentes da lei afirmam que ela permite que criminosos evitem a justiça.

"Eu entendo a visão do presidente e é absolutamente crítico que nossas empresas de tecnologia cooperem com as autoridades", disse Mnuchin à CNBC em entrevista.

Mais tarde, Mnuchin disse a repórteres na Casa Branca que não havia discutido o assunto com a Apple e não sabia os detalhes em questão. "Sei que a Apple cooperou no passado em questões de aplicação da lei e espero que continuem ... a cooperar".

A Apple disse que ajudou os investigadores no caso Pensacola ao fornecer outros dados, mas que não pode acessar dados criptografados armazenados nos dispositivos sem criar uma brecha de segurança.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Apple