PUBLICIDADE
Topo

Quer usar o Instagram de forma mais saudável? Veja 6 dicas práticas

Omkar Patyane/Pexels
Imagem: Omkar Patyane/Pexels

Marcos Bonfim

Colaboração para Tilt

06/10/2021 14h51

O impacto das redes sociais na vida de adolescentes e crianças é motivo de preocupação para familiares e pesquisadores. Na polêmica mais recente, o Instagram virou o foco de acusações de que ele é tóxico, especialmente para garotas. O assunto parece longe de ter um desfecho, mas existem algumas práticas no dia a dia que já podemos adotar para usar a rede social de maneira mais saudável.

Entre elas, estão o gerenciamento do tipo de conteúdo que deseja ver no feed, ao filtrar os perfis que deseja seguir; a desativação das curtidas; limitação dos horários na rede social; diminuição da quantidade de publicações e, em muitos casos, uma pausa na plataforma com a desinstalação do app.

Essas são sugestões e reflexões de garotas adolescentes dos Estados Unidos à colunista Julie Jargon, do jornal The Wall Street Journal. Todas as entrevistadas enfrentaram questões relacionadas à imagem corporal ou saúde mental ao usarem o app e buscaram caminhos que permitissem o uso da plataforma de maneira saudável e segura.

1. Cuidado ao seguir muitas celebridades

Deeyana Desronvil, 19, aluna da Windfall School, conta que parou de seguir diversas celebridades e passou a acompanhar apenas pessoas que emanam boas vibrações.

"O conteúdo em seu feed realmente muda sua perspectiva. No entanto, eu adicionalmente olho novamente e reflito por que não estou me sentindo nada saudável sobre o que alguém postou. Imagino que outras mulheres devem ter essas conversas com elas mesmas e se perguntarem por que estão vinculando sua autoconfiança a algo que veem nas redes sociais?", afirma a estudante.

2. Não usar a função para descobrir outros perfis da rede

Deeyana acrescenta que fica longe da função "Discover" (que ajuda os internautas a descobrirem novos perfis espalhados pela rede social) por apresentar conteúdos que não refletem o que ela deseja ver no seu feed. "Eu simplesmente não olho para isso."

3. Desativar a visualização de curtidas

Para Ava McCumber Gandara, a possibilidade de desativar a função de "curtidas" no Instagram tirou um peso e aliviou a pressão sobre o número desse tipo de interação. "Posso publicar o que preciso e nunca temer que alguém irá me definir por não ter muitas curtidas. Eu costumava pensar qual era o melhor horário para publicar, quando a maioria das pessoas iria ver. Depois que desativei as curtidas, me concentrei em postar para mim", explica.

Situação semelhante aconteceu com Giulia Pacini, 16. Segundo ela, perceber a diferença entre os likes de acordo com as publicações não era uma experiência positiva. "Observei que fotos minhas usando um bom vestido recebiam curtidas adicionais. Eu acho que o Instagram deveria desligar curtidas completamente", complementa.

Para desativar:

  • Vá em Configurações > Privacidade > Publicações. Lá, você poderá habilitar a opção "Ocultar o número de curtidas e de visualizações".
  • A outra opção é esconder curtidas de um post em específico. Ao abrir a foto ou vídeo, vá no menu da publicação (ícone com três pontinhos "...") e escolha "Ocultar número de curtidas".

4. Ficar off por mais tempo

Entre as entrevistadas, uma dica frequente está relacionada a dar um pausa na rede social, seja limitando os horários, tendo uma vida offline ou desinstalando o aplicativo.

Amy Crouch, 21, aluna do Cornell College, por exemplo, afirma que começou restringindo a utilização diária há alguns anos. "Limitei o uso a meia hora por dia."

Pacini conta que tirou uma folga do Instagram por 12 meses completos. Sentia que a rede aumentava a ansiedade e gerava estresse, situações bem complicadas para alguém com apenas 16 anos, define ela.

"Nos 12 meses que fiz uma pausa houve muitas piadas que eu não entendi devido aos memes que estavam circulando e eu perdi algumas questões, mas com certeza foi a minha alternativa e realmente ajudou a a lidar com a minha ansiedade", explica.

5. Publicar menos

Já Leigh Brandt, 22, diz que o que mudou para ela foi a quantidade de postagens, rompendo com o "oversharing", que é compartilhar demais e basicamente todos os momentos da vida.

"Publico somente a cada três ou 4 meses. Faz com que realmente pareça que os momentos extras são privados e pessoais agora. Eu costumava postar uma coisa tão simples como uma tigela de granola requintada. Agora posso simplesmente comer aquela tigela de granola e ninguém deve aprender sobre isso."

Ficar mais offline ajuda no "estar presente", frase famosa e conhecida dos praticantes de meditação. Brandt disse que no dia da sua integração na faculdade, os alunos saíram para comer e colocaram os celulares à mesa, sendo que o primeiro que pegasse o dispositivo arcaria com o jantar de todos. No final, alguém cederia. "Isso, no entanto, tornou o jantar muito melhor e mais gratificante."

6. Desative as notificações

A última dica é um complemento de Tilt. As notificações podem ajudar quem não pode perder avisos importantes ao trabalhar com o Instagram, mas quem só usa a rede social para entretenimento pode muito bem aproveitar de momentos de paz que a desativação dos alertas proporciona.

  • Entre na parte das Configurações e vá no item Notificações. Várias opções vão abrir.
  • Se quiser desligar de uma vez, habilite o item "Pausar tudo". Os demais itens permitem, por exemplo, que você só receba alertas de quem você segue.