PUBLICIDADE
Topo

Nasa falha em missão de coletar amostras de Marte e culpa solo 'poeirento'

Buraco feito no solo de Marte não coletou amostras, diz Nasa - Divulgação/Nasa
Buraco feito no solo de Marte não coletou amostras, diz Nasa Imagem: Divulgação/Nasa

Colaboração para o UOL

13/08/2021 13h38Atualizada em 13/08/2021 16h05

A falha na extração de amostras do solo de Marte pelo robô Perseverance foi ocasionada pela característica pulverulenta de parte do solo do planeta. Essa é a conclusão da Nasa, que tenta obter 35 fragmentos rochosos marcianos nos próximos dez anos.

De acordo com comunicado da agência espacial, a equipe foi surpreendida ao abrir o tubo de amostra e verificar que estava vazio, sem fragmentos sólidos. O caso chamou atenção dos pesquisadores em razão do sucesso do procedimento de extração pelo robô, que perfurou o solo em oito centímetros da superfície.

"As medições de profundidade do poço derivadas da fusão de produtos de imagem junto com a própria imagem nos levam a acreditar que a atividade nesta rocha incomum resultou apenas em pó ou pequenos fragmentos que não foram retidos devido ao seu tamanho e à falta de qualquer pedaço significativo de um núcleo. Parece que a rocha não era robusta o suficiente para produzir um núcleo [sólido]", explicou o comunicado da Nasa.

A agência espacial informou que o resultado preliminar para a causa do insucesso na coleta da amostra não significa que todo o solo marciano é considerado pulverulento por completo. A próxima coleta está prevista para a primeira quinzena de setembro em outro local do planeta.

O principal objetivo da Nasa em marte é a busca por sinais de vida microbiana ancestral.

"O robô caracterizará a geologia do planeta e o clima anterior, abrirá o caminho para a exploração humana do Planeta Vermelho, sendo a primeira missão a coletar e armazenar rochas e regolitos marcianos", diz a Nasa.

Veja as fotos que a missão Perseverance está enviando de Marte