PUBLICIDADE
Topo

Perfis do Instagram usam stickers do Ramadã para conseguir "biscoito"

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

14/04/2021 18h54Atualizada em 15/04/2021 16h02

O Instagram lançou, nesta semana, três novos adesivos para stories: uma lua crescente com estrelas; uma mesquita à noite; e um prato com bebida e frutas. Não é apenas uma série de figurinhas fofas: a ideia é celebrar o Ramadã, o mês sagrado do calendário islâmico, mas tem gente subvertendo a ideia para aparecer na rede social, o que ofende os muçulmanos.

"Ramadan Mubarak" significa "Feliz Ramadã". Como em outras datas comemorativas, por exemplo no Ano Novo chinês, os stories que usam os stickers especiais aparecem com destaque no feed do Instagram. Os desenhos temáticos foram criados pela designer Hala AlAbbasi, do Bahrein.

Por isso, muitas pessoas, em busca do popular "biscoito" (gíria para quem quer mais atenção para si na internet) algumas contas começaram a usar as figurinhas e a hashtag "#Ramadan" indiscriminadamente para conseguir mais engajamento —já que o próprio Instagram está destacando melhor os stories que usam esses novos stickers. Até fotos sensuais e conteúdos publicitários têm aparecido na tag, o que é desrespeitoso para os adeptos do islã.

O que é o Ramadã?

O calendário islâmico é contado pelas voltas que a Lua dá na Terra, por isso não coincide com o ano gregoriano, usado no ocidente. Ramadã é seu nono mês lunar, que em 2021 acontece de 13 de abril a 12 de maio.

Neste período, todos os dias entre o nascer e o pôr do sol, os muçulmanos devem se abster de comidas, bebidas e outros prazeres. A ideia é purificar corpo e mente, focando na oração, espiritualidade e caridade. Esse jejum é um dos cinco pilares do islamismo. Se a prática for prejudicial à saúde em alguns casos, é possível substitui-la por doações de alimentos para pessoas carentes, ou cumpri-lo depois fora do período oficial.

O Ramadã remete à época em que o profeta Maomé começou a receber do Anjo Gabriel as revelações da palavra de Deus, em 610 CE (Common Era, o termo muçulmano para o cristão "DC", ou Depois de Cristo). Ele as registrou no Alcorão, o livro sagrado do Islã.

Trata-se de um mês para provar e aumentar a fé, se aproximando do divino. Os novos stickers do Instagram tentam representar tudo isso: o calendário lunar, a religião islâmica e o jejum. O "lanchinho" é um chá com tâmaras, comum nos países árabes.

Diferentemente do que foi informado no texto, Common Era é o termo muçulmano para o cristão "DC", ou Depois de Cristo, e não "AC" (Antes de Cristo). O texto foi corrigido.