PUBLICIDADE
Topo

Luzes do tipo "sprite" são vistas pela primeira vez em Júpiter; entenda

Sprites na cor vermelha são encontradas em Júpiter em 2015 - NASA
Sprites na cor vermelha são encontradas em Júpiter em 2015 Imagem: NASA

Colaboração para Tilt, em São Paulo

29/10/2020 12h52

A Nasa detectou, pela primeira vez, a presença de relâmpagos "sprite" em Júpiter, por meio da sonda espacial Juno, que orbita o planeta. Esse fenômeno costuma ocorrer na Terra sempre que há uma tempestade, gerando uma explosão semelhante a um raio, incluindo sprites em forma de água-viva e discos brilhantes chamados de "elfos".

Eles foram vistos pela primeira vez em 1989. Cientistas estimaram que outros planetas, como Júpiter, tinham incidência de raios e relâmpagos, podendo produzir eventos luminosos transitórios. Porém, nada havia sido visto até então. Através da sonda Juno, Júpiter é orbitado desde 2016, e os pesquisadores haviam notado algo "anormal" ultimamente.

Em entrevista coletiva concedida na terça-feira (27), Rohini Giles, um dos pesquisadores que estão à frente de Juno, mencionou os eventos vistos em Júpiter ultimamente: "Quando estávamos juntando as imagens, percebemos que, ocasionalmente, vimos surpreendentes flashes brilhantes de curta duração".

Na Terra, de acordo com Giles, os sprites acontecem quando um raio produz um campo quase eletrostático de altitude elevada, sendo visível na cor vermelha. Em Júpiter, porém, eles podem ser vistos de forma diferente: "A atmosfera superior consiste principalmente de hidrogênio, então eles aparecem em azul ou rosa".

O pesquisador diz que a descoberta de sprites em Júpiter é algo que motiva a equipe a encontrar eventos semelhantes: "Agora que sabemos o que queremos, será mais fácil de achá-los em Júpiter e em outros planetas. Comparar sprites e elfos de Júpiter com os da Terra nos ajuda a entender a atividade elétrica na atmosfera".