PUBLICIDADE
Topo

Nasa batiza telescópio com o nome de Nancy Grace Roman, "mãe do Hubble"

Novo telescópio da Nasa recebeu o nome da astrônoma Nancy Grace Romano, a 1ª chefe de astronomia da agência espacial - Divulgação/Nasa
Novo telescópio da Nasa recebeu o nome da astrônoma Nancy Grace Romano, a 1ª chefe de astronomia da agência espacial Imagem: Divulgação/Nasa

Bruna Souza Cruz

De Tilt, em São Paulo

21/05/2020 18h46

A astrônoma Nancy Grace Roman, reconhecida como a "mãe" do telescópio Hubble, recebeu uma homenagem da Nasa, agência espacial norte-americana, nesta quarta-feira. O telescópio de última geração Wide Field InfraRed Survey Telescope (WFIRST) agora levará o seu nome.

Atualmente em desenvolvimento, o equipamento se chamará Telescópio Espacial Nancy Grace Roman e ajudará cientistas na procura por planetas distantes que estão além do sistema solar, informou a Nasa.

Roman foi a primeira mulher a exercer um cargo executivo na agência espacial e contribuiu com ela por 21 anos, atuando em vários projetos de observações do espaço.

Ela decidiu que queria ser astrônoma já na infância e se formou em astronomia em 1946. Em 1949, concluiu o seu doutorado na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. Nessa época, fez descobertas sobre as composições das estrelas que influenciaram na evolução da Via Láctea, destacou a agência espacial.

Em 1959, Roman chegou à Nasa. A astrônoma se tornou conhecida como a "mãe" do telescópio Hubble, lançado para o espaço há 30 anos. Ela faleceu em 2018, aos 93 anos.

"É por causa da liderança e visão de Nancy Grace Roman que a Nasa se tornou pioneira na astrofísica e lançou o Hubble, o telescópio espacial mais poderoso e produtivo do mundo", disse Jim Bridenstine, administrador da agência, em comunicado.

O novo telescópio funcionará como um primo "de olhos arregalados" do Hubble. O equipamento conseguirá produzir imagens com detalhes melhores e equivalentes a 100 fotos do modelo antigo.