PUBLICIDADE
Topo

Foto panorâmica tirada por veículo da Nasa mostra paisagem de Marte

Foto panorâmica de Marte - NASA/JPL-Caltech/MSSS
Foto panorâmica de Marte Imagem: NASA/JPL-Caltech/MSSS

Ana Paula Palazi

De Tilt, em São Paulo

05/03/2020 10h47Atualizada em 11/03/2020 10h04

A foto divulgada pela Nasa mostra "Glen Torridon", uma região ao lado do Monte Sharp, onde a sonda Curiosity realiza missões de exploração, em Marte. E é a mais nítida produzida até agora. A imagem panorâmica é formada por mais de mil fotos e tem incríveis 1,8 bilhão de pixels (2,43 GB de tamanho).

As fotos foram capturadas entre 24 de novembro e 1º de dezembro de 2019, quando a equipe da missão estava de folga, no feriado de Ação de Graças. "Enquanto muitos em nossa equipe estavam em casa saboreando peru, o Curiosity produziu esse banquete para os olhos", disse Ashwin Vasavada, cientista e líder da missão do rover.

Como a sonda ficaria parada, com poucas tarefas, enquanto a equipe não voltava do descanso, o rover teve uma chance rara de explorar o ambiente a fundo, de um mesmo ponto e por vários dias.

A Mast Camera (nome dado às câmeras especiais do veículo) usou sua lente telefoto para produzir o panorama; enquanto isso, contava com sua lente de ângulo médio para produzir um panorama de baixa resolução e quase 650 milhões de pixels.

Depois os pesquisadores costuraram as imagens. Para facilitar a edição e garantir a qualidade do material, os operadores programaram uma lista complexa de tarefas para a sonda cumprir que incluía manter sempre o mastro do veículo como referência.

Eles também limitaram a captura das imagens entre 12h e 14h, no horário local de Marte. Assim, todas as fotos teriam a mesma iluminação. Essa é a primeira vez durante a missão que os cientistas focaram o trabalho na produção de uma foto em 360º. O site da Nasa traz a imagem em sua resolução completa, e o resultado é incrível.

"O que eu amo nesse panorama é que podemos ampliar o zoom e ver detalhes distantes", disse Vasavada. Essa é a imagem com maior resolução já registrada da superfície de Marte. A última imagem em panorama feito pela Curiosity foi em 2013 e tinha 1,3 bilhão de pixels.

Na imagem é possível ver uma cratera de impacto chamada de Slangpos. Ela tem 4,8 quilômetros de diâmetro e está a 32 quilômetros de distância da sonda. "Algo enorme deve ter acontecido aqui. Sempre que começo a pensar que Marte parece familiar, vistas como esta dramática cratera de impacto me lembram que estamos olhando para um planeta diferente", comenta Vasavada.

A sonda Curiosity aterrissou em Marte em agosto de 2012, numa missão de 2,5 bilhões de dólares. Desde 2014, explora a base do Monte Sharp a procura de evidências de que o planeta marciano é habitável.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS