PUBLICIDADE
Topo

Em operação mundial, 179 suspeitos são presos por vender produtos na 'dark web'

Foram apreendidos mais de 6,5 milhões de dólares na operação - Getty Images
Foram apreendidos mais de 6,5 milhões de dólares na operação Imagem: Getty Images

Em Haia

23/09/2020 09h14

Uma grande operação contra criminosos da "dark web" - uma área oculta da Internet - levou à prisão de 179 supostos vendedores ilícitos na Europa e Estados Unidos, anunciou nesta terça-feira a Europol, a agência policial europeia.

A polícia americana prendeu 121 pessoas, enquanto outros suspeitos foram detidos na Alemanha, Reino Unido, Holanda, Áustria e Suécia, afirmou a Europol em um comunicado.

De acordo com a agência com sede em Haia, os suspeitos participaram de dezenas de milhares de vendas de produtos ilícitos na "dark web", repleta de atividades ilegais.

A operação, na qual participaram várias agências governamentais americanas, incluindo o FBI, resultou na apreensão de mais de 6,5 milhões de dólares (5,5 milhões de euros), em dinheiro e em moedas virtuais.

A polícia também confiscou aproximadamente 500 kg de drogas, entre elas fentanil, oxicodona e heroína, assim como cerca de 60 armas de fogo, informou a Europol, que coordenou seu trabalho com a unidade de Cooperação Judicial Europeia, Eurojust.

Este anúncio "envia uma mensagem contundente" aos criminosos ativos na "dark web", destacou Edvardas Sileris, diretor do Centro Europeu de Crimes Cibernéticos da Europol.

"A Internet oculta já não é mais oculta e sua atividade anônima já não é mais anônima. As forças de ordem estão determinadas a perseguir os criminosos, não importa onde operem, seja nas ruas ou atrás de uma tela de computador", acrescentou Sileris no comunicado.