PUBLICIDADE
Topo

Física na Veia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Quer tentar observar o cometa Leonard? Siga estas dicas

Cometa Leonard capturado no interior de São Paulo - Luciano Miguel Diniz
Cometa Leonard capturado no interior de São Paulo Imagem: Luciano Miguel Diniz
Conteúdo exclusivo para assinantes
Dulcidio Braz Jr

Dulcidio Braz Jr. é físico pelo Instituto de Física "Gleb Wataghin" (IFGW) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde atuou como pesquisador no Departamento de Eletrônica Quântica antes de perceber que seu caminho era o da educação. É pioneiro no Brasil no ensino de relatividade, quântica e cosmologia para jovens estudantes do final do ensino médio e início do curso superior. Hoje, além de professor, é autor de materiais didáticos e faz questão de dizer que, aqui no blog, é professor e aluno em tempo integral --enquanto ensina, também aprende.

18/12/2021 17h33Atualizada em 22/12/2021 16h41

O cometa C/2021 A1 (Leonard) ou simplesmente cometa Leonard foi descoberto em 3 de janeiro de 2021 por Gregory J. Leonard do Observatório do Monte Lemmon.

Depois de se aproximar gradativamente do Sol e formar cauda perceptível, ele já vinha sendo observado e fotografado a partir do hemisfério norte. Agora chegou a nossa vez e Leonard já se mostra visível para os habitantes do hemisfério sul do planeta há alguns dias.

Aqui no Brasil já temos vários relatos de observações e até registros fotográficos do cometa desde o último dia 15, como a belíssima captura lá do topo feita em 16 de dezembro de 2021 e que nos foi gentilmente cedida por Luciano Miguel Diniz, bancário de Canitar, SP, e apaixonado por astrofotografia.

Mas é bom deixar claro que o cometa está visualmente pequeno e, por aparecer ainda perto do Sol, logo no começo da noite, bem baixo, perto do horizonte, de difícil observação a olho nu.

A proximidade com o horizonte sempre dificulta a observação de qualquer astro, ainda mais um cometa que tem sempre aparência esfumaçada. Um binóculo vai ajudar bastante. Um lugar bem escuro, longe das luzes da cidade, também. As fotos do Leonard que ilustram esta matéria são todas de longa exposição, ou seja, com a câmera fixa num tripé e capturando a luz por vários segundos. Também foi usada uma lente teleobjetiva, que fecha o ângulo de captura, criando a sensação de "zoom". Não espere, a olho nu, ver o cometa assim como nas fotografias desta matéria.

Nos próximos dias teremos no céu um excelente referência para encontrar o cometa Leonard: o planeta Vênus. Vênus aparece a oeste, bem no final da tarde, e se mostra como um ponto bem brilhante ligeiramente à direita e mais acima do ponto onde o Sol se põe. Não tem erro!

Se aguardar o Sol se por, verá Vênus bem brilhante, ainda com o céu claro. E com certeza. Leonard estará por ali, mais à esquerda de Vênus, sempre um pouco acima dele. Saturno e Júpiter, pontinhos estelares e bem menos brilhantes do que Vênus, para quem tem um pouco mais de intimidade com o céu, podem ser também boas referências visuais.

Confira, nas simulações abaixo, todas feitas com o software Stellarium, planetário desktop, freeware e opensource, as posições aparentes do cometa Leonard no céu. Isso vai ajudar bastante você na "caçada ao cometa". Note que, como o software não mostra a imagem realística do cometa, marquei a posição aparente do astro com uma bolinha laranja. Mas você deve procurar no céu um objeto esfumaçado e com uma ligeira cauda para cima, como nas fotografias do Luciano Miguel Diniz que ilustram esta matéria.

18/dezembro/2021

Cometa Leonard - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia
Imagem: Dulcidio Braz Jr / Física na Veia

19/dezembro/2021

Cometa Leonard - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia
Imagem: Dulcidio Braz Jr / Física na Veia

20/dezembro/2021

Cometa Leonard - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia
Imagem: Dulcidio Braz Jr / Física na Veia

21/dezembro/2021

Cometa Leonard - Dulcidio Braz Jr - Dulcidio Braz Jr
Imagem: Dulcidio Braz Jr

22/dezembro/2021

Cometa Leonard - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia - Dulcidio Braz Jr / Física na Veia
Imagem: Dulcidio Braz Jr / Física na Veia


As simulações acima foram feitas para a minha cidade, São João da Boa Vista, SP, para 19h45min nas respectivas datas. Mas servem como boa referência para qualquer local do Brasil, podendo as posições dos astros no céu variarem em alguns minutos para mais ou para menos. O ideal é você mesmo fazer a simulação para a sua latitude e a sua longitude para ter a máxima precisão.

Encerro esta matéria com mais uma bela captura do Cometa Leonard feita por Luciano Miguel Diniz que tem lá na cidade dele um grupo de amigos interessados em observar e registrar o céu e seus mistérios. Fica a dica: observações astronômicas em grupos de amigos é sempre interessante porque todos se ajudam, trocam informações e equipamentos, e todos saem ganhando!

Cometa Leonard - Luciano Miguel Diniz - Luciano Miguel Diniz
Mais uma bela captura do Leonard feita por Luciano Miguel Diniz em Canitar, SP, BR.
Imagem: Luciano Miguel Diniz

Muito obrigado Luciano pelas imagens! E parabéns pelo trabalho astrofotográfico!

Bons céus a todos nós nos próximos dias para que possamos ver e fotografar o Leonard que vai aparecer gradativamente mais alto no céu! Isso melhora bastante as condições de observação. Mas em breve o cometa vai contornar o Sol e a partir daí estará cada vez mais longe de nós, o que deve fazer sua cauda diminuir, além do seu tamanho aparente também ficar reduzido. De qualquer forma, temos mais ou menos até o final do mês de dezembro para tentarmos observações na expectativa que o Leonard ainda evolua e possa crescer. Vamos nessa? Depois conta parar nós nos comentários se você obteve sucesso. Se eu conseguir imagens, posto por aqui. Por enquanto, por aqui, chuva e céu nublado...

Abraço do prof. Dulcidio. E Física e Astronomia na veia!