PUBLICIDADE

Topo

Saints Row: reboot aconteceu por estúdio não saber o que fazer com a série

Saints Row - Divulgação/Deep Silver
Saints Row Imagem: Divulgação/Deep Silver

Bruno Izidro

Do START, em São Paulo

25/08/2021 17h00

Vem aí mais um Saints Row, e como um reboot total da série: nova história, novos personagens e um tom mais... pé no chão?

O motivo para isso é que o estúdio Volition não sabia o que fazer após os acontecimentos de Saints Row 4. Foi o que revelou o chefe criativo do estúdio, Jim Boone, em uma apresentação do game em que o START estava presente, semanas antes da revelação desta quarta-feira (25).

Todo mundo ama Johnny Gat, Shaudi e os demais membros originais dos Saints, o pessoal da Volition também, mas o final do quarto jogo os deixou com poucas opções de continuação, o que foi esgotado na expansão Gat Out of Hell.

Saints Row game - Divulgação - Divulgação
Os agora ex-membros dos Saints dos jogos anteriores
Imagem: Divulgação

Só que o reboot significa não só uma nova história, mas também deixar de lado toda a jogabilidade de superpoderes, um dos aspectos que fez com que os últimos jogos dessem um salto de qualidade tremendo.

"Nós amamos as mecânicas que surgiram com os superpoderes e tudo, aquela sensação é muito boa", disse Jim Boone. MAS... (sempre tem um "mas").

Depois de Saints Row 4 não tinha muito pra onde a gente ir e fazer um novo game. Então foi uma decisão muito fácil pra gente voltar às nossas raízes e fazer mais atual
Jim Boone, Chefe criativo de Saints Row

No novo Saints Row voltamos para o tom mais pé no chão dos primeiros jogos: guerra de gangues, conquista de territórios e construir um império do crime.

Foi nessa hora que o Líder de narrativa de missões, Jeremy Bernstein, fez questão de pedir a palavra:

"Acho que é importar deixar claro que, sim, esse é um jogo mais pé no chão do que Saints Row 4, mas é difícil não ser. Ainda assim é um jogo divertido e cheio de humor"

O reboot não é um Saints Row sombrio e sério, ainda colocamos a diversão primeiro.
Jeremy Bernstein, roteirista

Influências de John Wick

Filme John Wick - Reprodução - Reprodução
John Wick, o novo Saint?
Imagem: Reprodução

Com o reboot, o time da Volition estava agora de frente para um horizonte livre: eles poderiam fazer algo do zero de novo, mas para não se perderem tanto colocaram também algumas referências aqui e ali, e elas tinham a forma de Keanu Reeves e Dwayne "The Rock" Johnson.

O chefe criativo do estúdio, Jim Boone, apontou os filmes de John Wick, Velozes e Furiosos: Hobbs e Shaw, além de Baby Driver - Em Ritmo de Fuga como principais influências enquanto desenvolviam Saints Row.

"Cada um deles trouxe certos elementos que ressoa com a gente", disse Boone:

  • Baby Driver pelos carros e como é dirigir no jogo, que está muito bom aqui
  • John Wick pela brutalidade, os movimentos de luta troucemos para o nosso sistema de combate.
  • Hobbs and Shawn pelo tom exagerado que Saints Row já era conhecido e que não queremos perder.

E para você, fundão da quinta série, que esperou até agora para saber o que todo fã de Saints Row quer saber, sinto informar que não: AQUELA arma não vai voltar no reboot, já que ela foi "colocada no museu" pelos desenvolvedores.

Porém, eles disseram que ainda haverá armas malucas, então talvez a dubstep gun ainda dê as caras.

Saints Row será lançado em 25 de fevereiro de 2022 para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e S e PC.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol