PUBLICIDADE

Topo

Life is Strange: as mais importantes decisões

Divulgação
Imagem: Divulgação

Alexandre Barker

Do GameHall

06/04/2021 04h00

Life is Strange completou 6 anos e, nesse meio tempo, se tornou uma importante franquia no mundo dos jogos. É um jogo impactante e recheado de escolhas que podem mudar todo o rumo da história.

O jogo é narrado em 5 episódios, lançados durante 2015. Contudo, a história ainda se mantém atual e merece a atenção dos fãs e as excelentes avaliações dos críticos.

Com o lançamento de Life is Strange: True Colors, bem como da versão remasterizada dos dois primeiros títulos, resolvemos contar um pouco da história do primeiro jogo, abordando algumas das difíceis escolhas que os jogadores terão pela frente.

Elas têm um papel importante e muitas vezes são mais complicadas do que aparentam. Na grande maioria dos casos, a complexidade definirá seu impacto na história. Para o agrado da maioria dos fãs, Life is Strange funciona com uma mecânica que avisa quando determinado acontecimento mudará o curso dos demais, permitindo que os jogadores possam mudar suas ações antes que seja tarde demais.

Ainda assim, em alguns momentos as decisões têm mais impacto do que os imaginamos. Em seguida, traremos três dessas situações. Vale lembrar que este artigo possui SPOILERS, portanto leia por sua conta e risco.

Victoria Chase: zombar ou confortá-la?

Life is Strange 1 - Reprodução/YouTube/Detoxx - Reprodução/YouTube/Detoxx
Imagem: Reprodução/YouTube/Detoxx

Logo no primeiro episódio de Life is Strange, "Chrysalis", nos deparamos com uma decisão que afetará o destino do jogo.

A protagonista, Max Caulfield, é uma veterana em Blackwell Academy e aspirante a fotógrafa. Enquanto Max não é das mais populares na escola, Victoria Chase é um dos centros da atenção e antagoniza com Max diversas vezes.

Logo depois de sabotarmos o balde de tinta, provocando um incidente que arruína o suéter de caxemira de Victoria, temos duas opções: podemos zombar dela ou confortá-la. É claro que muitos jogadores preferem zombá-la, afinal é sempre bom ver valentões se dando mal. Mas também há aqueles que decidem confortá-la.

Se você conhece a teoria do efeito borboelta, perceberá que essa simples escolha têm uma grande relevância. Zombar de Victoria a torna quase uma inimiga. Porém, confortá-la a torna mais previsível.

Você deve estar se perguntando qual a consequência disso tudo, certo? No episódio 4, "Dark Room", Max pode avisar Victoria sobre Nathan, mas dependendo da escolha inicial no episódio 1, a consequência pode ser terrível. Para que Victoria acredite em Max é preciso confortá-la. Se isso acontecer, ela irá até Mark buscando alguma orientação, e então ele irá drogá-la e matá-la. Mas, se zombarmos dela no início do jogo, ela estará segura em relação à Mark, nunca o procurando.

Uma ação bem intencionada no início do jogo pode dar muito errado.

Conseguir salvar Kate Marsh

Life is Strange Imagem 2 - Reprodução/YouTube/RabidRetrospectGames - Reprodução/YouTube/RabidRetrospectGames
Imagem: Reprodução/YouTube/RabidRetrospectGames

A decisão de salvar Kate não é necessariamente difícil, mas talvez seja complicada de conseguir. Em sua tentativa de suicídio, as respostas que os jogadores escolhem nos diálogos com Kate determinam o comportamento dela na beira do edifício.

Até chegar nesse momento, aprendemos um pouco sobre Kate e contra o que ela luta. Vítima de bullying, a situação se torna crítica quando um vídeo dela drogada se torna viral em Blackwell.

Os jogadores precisam ser cautelosos e notar certos detalhes no quarto de Kate. Isso torna salvá-la do suicídio um pouco mais fácil, pois esses detalhes provarão que Max é sim sua amiga. No calor do momento, é importante lembrar Kate sobre sua família e sobre sua passagem favorita da bíblia.

Life is Strange conta com uma mecânica de manipulação do tempo, o que ajuda muito durante o jogo. Mas não nesse caso, o evento de Kate é único, não havendo possibilidade de retrocesso. É um momento em que toda cautela é necessária para manter a personagem viva, além de ser um dos momentos mais impactantes de todo o jogo.

Sacrificar Arcadia Bay ou Chloe Price?

Life is Strange Imagem 3 - Divulgação/Square Enix - Divulgação/Square Enix
Imagem: Divulgação/Square Enix

A decisão mais difícil de Life is Strange é também a escolha final do jogo. Como era de se esperar, o jogo demonstra que manipular o tempo traz consequências. Para salvar Arcadia Bay, Chloe precisa morrer no banheiro. Do contrário, a cidade inteira é destruída durante a tempestade.

Parece ser uma decisão moralmente simples. Mas se os jogadores optarem por um romance entre Max e Chloe, saberão como é difícil sacrificar sua parceira. Até que ponto vale a pena salvá-la mais do que qualquer outra pessoa da cidade? Essa situação levou muitos jogadores ao choro, dizer adeus à Chloe ou à cidade?

Após 6 anos, Life is Strange é considerado um dos melhores jogos de sua geração. Com personagens complexos e um enredo cativante, o jogo ganhou uma prequela, chamada Life is Strange: Before the Storm e também uma sequência, Life is Strange 2.

Por último, Life is Strange: True Colors foi anunciado na Square Enix Presents e tem lançamento previsto para setembro de 2021 e já está disponível para pré-venda. Você pode conferir os outros anúncios da empresa aqui.

Novidades da Square-Enix: Life is Strange: True Colors, Avengers e mais

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol