Conteúdo publicado há 2 meses

Integrantes do BTS vão cumprir serviço militar; fãs prometem esperar

Os quatro membros restantes do grupo de K-pop BTS começarão seu serviço militar de 18 meses na Coreia do Sul nesta semana, juntando-se a três outros que já estão servindo, com os fãs prometendo esperar até 2025 para que eles se apresentem como um grupo novamente.

Um grupo de fãs enfrentou tempo chuvoso nesta segunda-feira para dar um adeus temporário ao líder da banda de sete membros, RM, e ao vocalista V diante do campo de treinamento na cidade central de Nonsan.

"Acho que ficarei bem, exceto por uma coisa: não poderei ter lembranças felizes com vocês por um tempo, que é a parte mais difícil", escreveu V na plataforma de fãs Weverse na segunda-feira, desejando felicidades aos fãs.

RM também escreveu que ele poderia se sentir solitário às vezes, mas que os 18 meses seriam uma chance de obter nova inspiração e aprender coisas novas.

A dupla foi acompanhada por outros membros da banda, incluindo Jimin e Jung Kook, que iniciarão o serviço militar na terça-feira, e os outros três que receberam um dia de folga do serviço militar, informou a agência de notícias Yonhap.

Todos os homens sul-coreanos com idade entre 18 e 28 anos devem prestar serviço militar por cerca de dois anos, como parte dos esforços de proteção contra a Coreia do Norte, que possui armas nucleares.

Conhecida como ARMY, a base global de fãs do BTS, com milhões de seguidores fiéis, ajudou a banda a apoiar causas sociais. Em 2020, os apoiadores arrecadaram mais de 1 milhão de dólares para o movimento Black Lives Matter em apenas 25 horas.

Continua após a publicidade

Alguns fãs se reuniram em um café em um bairro de Tóquio e prometeram esperar pelo retorno deles.

"Fico triste, mas acho que eles amadurecerão mais indo para o Exército e voltarão com uma aparência legal, então estou ansiosa e quero esperar por eles", disse Ayami Ito, de 22 anos, uma profissional de enfermagem.

Em Seul, fãs também expressaram sua tristeza. "Hoje estava chovendo e eu estava um pouco deprimida", disse Kim Yong-sun, que administra uma cafeteria com o tema do BTS perto do prédio da agência da banda.

Desde que anunciaram uma pausa nos projetos do grupo em junho de 2022, os membros do BTS têm se dedicado a atividades solo antes de iniciar o serviço militar.

Jin, de 30 anos, o membro mais velho, entrou para o Exército em dezembro passado, seguido por J-Hope em abril e Suga em agosto.

O sucesso global do BTS provocou um debate sobre se os artistas de K-pop deveriam ter permissão para servir por um período mais curto, um privilégio concedido aos medalhistas de Olimpíadas e dos Jogos Asiáticos e a alguns músicos clássicos com conquistas internacionais.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes