OpiniãoEspecial BBB

Dieguinho: Filmar ações de ajuda ao RS também é uma forma de prestar contas

O ex-BBB Matteus Amaral, 27, foi acusado de encenar uma ajuda às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Um vídeo que viralizou nesta terça-feira (14) mostra o rapaz dando sinal para outra pessoa começar a filmá-lo descarregando um porta-malas repleto de produtos de limpeza, os quais seriam doados.

O colunista Gabriel Perline, do portal iG, reprovou a atitude do affair de Isabelle, 31, ao comentar o assunto no Central Splash. "Entendo e torço para que essas pessoas [famosas] usem a visibilidade que têm para fazer o bem - mas sou contra qualquer coisa que entre nessa linha da biscoitagem. É uma pena assistir a isso e dar margem à interpretação de que existe outra intenção que não a solidária."

A comentarista Kerline Cardoso, por sua vez, vê a questão de um outro ângulo. "O problema desse vídeo é que ele 'começou'. Se tivesse rolado do meio adiante, nem estaríamos nessa discussão. Bater no cara porque ele disse 'vai, pode começar o vídeo'? Concordo que é desgostoso de assistir, mas, no final, o que vale é que está dando comida para o povo, levando mantimento..."

O apresentador Dieguinho Schueng concorda com Kerline: o importante é que as doações estão sendo feitas. "Todo mundo tem o direito de gravar, porque é uma forma não só de crescer [na internet], mas também de prestar contas. Quem está ajudando não quer só o like, quer mostrar que está fazendo algo efetivo. Agora, posar para essa coisa e não fazê-la seria outra novela."

Kerline: Conflito entre Sterblitch e Marcos Chiesa é briga de ego masculino

Eduardo Sterblitch afirmou no Papo de Segunda (GNT) que é odiado por Marcos Chiesa, o Bola, seu ex-colega do programa Pânico (RedeTV! / Band). Em um podcast, Bola acusou Sterblitch de ser "mau-caráter" e disse ter se chateado com ele por atitudes do ator após o fim do Pânico.

Para Kerline Cardoso, o principal motivo da ruptura entre os dois ex-Pânicos foi mesmo o ego. "Me parece ser mesmo uma briga de ego de macho, uma batalha de ego doido. O Bola era um apresentador, o 'dono' do programa, e o Eduardo era o Prateado, o humorista da rua. Ele virou o protagonista do programa. Deve ter havido muita treta ali nos bastidores, mais do que possamos imaginar."

  • O Central Splash é exibido ao vivo de segunda a sexta-feira, às 18h, no canal de Splash no YouTube, com as principais notícias do dia e comentários de Dieguinho Schueng e convidados. Assista à íntegra:
Continua após a publicidade

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes